China processa por corrupção Bo Xilai, ex-estrela política do Partido Comunista

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Político estava em ascensão até deposição por escândalo que envolveu assassinato de britânico por sua mulher

O político deposto Bo Xilai irá a julgamento sob acusações de corrupção e abuso de poder dentro de semanas, no desfecho de um escândalo que os novos líderes da China querem exposto enquanto consolidam sua autoridade.

Saiba mais: Entenda os desafios que aguardam a nova liderança chinesa

AP
Bo Xilai e sua mulher, Gu Kailai, em foto de 2007

Bo, 64, era uma estrela política em ascensão que governava a cidade de Chongqing até que perdeu o poder no ano passado em um escândalo em que sua mulher foi condenada pelo assassinato de um empresário britânico. Nesta quinta, a agência oficial Xinhua (Nova China) anunciou que ele foi acusado de suborno, fraude e abuso de poder e enfrentará julgamento em Jinan, cidade no leste do país.

Prisão perpétua: Mulher de Bo Xilai é condenada à morte, mas evita a execução

WSJ: Britânico morto na China por mulher de Bo Xilai seria espião do MI6

Há meses, Bo tem sido o assunto incompleto da transição política da China, com questões sobre seu destino projetando uma sombra sobre os novos líderes do Partido Comunista sob Xi Jinping. Acreditava-se que Bo tinha o apoio de influentes membros do partido e era popular entre os residentes da cidade que administrava, levantando questões sobre se o partido poderia chegar a uma decisão sobre o que fazer com ele.

Xi Jinping: Queda de Bo Xilai ajuda ascensão de vice chinês ao poder

2012: Bo Xilai é expulso do Partido Comunista Chinês

"Deixar o caso se arrastar apenas levantaria questões e suspeitas sobre divergências política na liderança", disse Dali Yang, chefe da Universidade do Centro de Chicago, em Pequim.

Ao processar Bo agora, os líderes do Partido Comunista da China também deram a si mesmos tempo suficiente para alcançar um veredicto nesse caso antes de uma grande reunião no fim deste ano possivelmente indicar o curso econômico do país.

*Com AP

Leia tudo sobre: chinabo xilaipartido comunista chinês

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas