Trem descarrila e deixa ao menos 69 mortos em Santiago de Compostela, na Espanha

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Pior acidente de trem em 40 anos no país acontece em linha de alta velocidade e deixa mais de 130 feridos

O descarrilamento de um trem da companhia ferroviária Renfe às 20h41 locais (15h41 em Brasília) deixou ao menos 69 mortos nesta quarta-feira perto da estação de Santiago de Compostela, no noroeste da Espanha, segundo o delegado do governo de Galícia, Samuel Juárez. De acordo com ele, o acidente deixou mais de 130 feridos, incluindo ao menos 15 com gravidade.

Testemunho: Sobreviventes relatam ter ficado 'rodeados de mortos'

Reuters
Funcionários de resgate retiram vítimas de trem acidentado perto de Santiago de Compostela, noroeste da Espanha

Assista: Vídeo mostra cenário de destruição após acidente de trem na Espanha

Segundo o jornal espanhol El País, o acidente é o pior a acontecer na Espanha em 40 anos. O último mais grave atingiu Chinchilla (Albacete) em 2003, com uma colisão frontal que deixou 19 mortos.

Há informações de que todos os 13 vagões do trem de alta velocidade que faz a ligação entre Madri e Ferrol saíram dos trilhos, sendo que quatro tombaram completamente. Ao menos um deles está totalmente destruído, com fumaça sendo lançada ao ar. Bombeiros trabalham no local para controlar o incêndio e equipes de resgate atuam para retirar pessoas presas nas ferragens.

Dia 12: Trem descarrila e colide contra plataforma de estação na França

AP
Equipes de emergência atendem feridos de acidente de descarrilamento de trem em Santiago de Compostela, Espanha

Um dia de festividades planejadas em Santiago foi cancelado, disse a porta-voz da prefeitura Maria Pardo à rede TVE. Fontes consultadas pelo jornal ABC apontam que uma possível causa para o acidente poderia ser o excesso de velocidade, cujo limite permitido no trecho do descarrilamento é de 80 km/h. Há informações de que o maquinista dirigia entre 160 km/h e 180 km/h.

50: Desaparecidos em explosão de trem no Canadá devem estar mortos

Um dos condutores foi visto aturdido perambulando entre os destroços do trem e os corpos e as pessoas feridas, repetindo sem parar: "Descarrilei, que vou fazer, que vou fazer."

Dia 6: Trem com petróleo explode no Canadá

Dois passageiros do trem acidentado relatam ter sentido como se o trem virasse a curva. Depois apenas se recordam de que estavam no chão "rodeados de mortos". Testemunhas descrevem cenas horríveis e temem que o número de mortos aumente.

"Há muitos mortos aqui, meus Deus!", disse uma mulher identificada como Mari à Rádio Galega. Ela estendia roupas quando ouviu uma forte explosão e depois viu um "torpedo enorme de pó e ruído".

"Comecei a correr", disse emocionada. Ela e os outros residentes do local perto do acidente ajudam as equipes nos trabalhos de resgate.

O trem, que levava 218 passageiros e mais a tripulação, descarrilou na curva mais fechada do trajeto entre Ourense e Santiago, capital da Galícia. Por causa do desastre, as autoridades galegas fizeram um apelo por doações de sangue pelas vítimas.

O primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, escreveu uma mensagem no Twitter sobre o descarrilamento. "Quero expressar meu afeto e minha solidariedade com as vítimas desse terrível acidente de trem em Santiago", disse. Segundo o jornal espanhol ABC, Rajoy viajará para o local do acidente na manhã de quinta-feira (25).

Policiais fazem guarda enquanto condutor Francisco José Garzón Amo deixa o tribunal após sua libertação em Santiago de Compostela (28/7). Foto: APParte externa do trem é vista no local do acidente em Santiago de Compostela, noroeste da Espanha (26/7). Foto: ReutersParentes de vítimas de acidente de trem em Santiago de Compostela, na Espanha, reagem ao receber notícias (25/7). Foto: APBombeiros e equipes de resgate inspecionam vagão no local de acidente de trem em Santiago de Compostela, Espanha. Foto: APVagões descarrilados são removidos com guindastes dos trilhos em Santiago de Compostela, Espanha (25/7). Foto: APMulher reage em posto de informações para familiares montado após acidente de trem em Santiago de Compostela, Espanha. Foto: APPrimeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, visita local de acidente de trem em Santiago de Compostela, Espanha (25/7). Foto: APCondutor do trem Francisco José Garzón Amo recebe ajuda de dois homens ao ser retirado do local do acidente de trem em Santiago de Compostela, Espanha (24/7). Foto: APEquipes respondem à situação de emergência após descarrilamento de trem em Santiago de Compostela, Espanha (24/7). Foto: APFerida é retira de vagão após acidente de trem em Santiago de Compostela, Espanha (24/7). Foto: APEquipes de emergência atendem vítimas de descarrilamento de trem em Santiago de Compostela, na Espanha (24/7). Foto: APDescarrilamento de trem em Santiago de Compostela é o pior acidente do tipo em 40 anos (24/7). Foto: APEquipes respondem à situação de emergência após descarrilamento de trem em Santiago de Compostela, Espanha (24/7). Foto: APEquipes de emergência comparecem a local onde trem descarrilou em Santiago de Compostela, Espanha (24/7). Foto: APEquipes de emergência atendem vítimas de descarrilamento de trem em Santiago de Compostela, na Espanha (24/7). Foto: APAcidente de trem em Santiago de Compostela, Espanha, deixou mortos e dezenas de feridos (24/7). Foto: Alén Pérez/ TwitterEquipes de resgate trabalham para retirar vítimas de um trem após descarrilamento em Santiago de Compostela, Espanha (24/7). Foto: ReutersTrem descarrila em Santiago de Compostela, na Espanha (24/7). Foto: Alén Pérez/ TwitterO trem, que levava ao menos 240 passageiros, descarrilou na curva mais fechada do trajeto (24/7). Foto: Alén Pérez/TwitterImagem reproduzida de vídeo mostra vagões destruídos após acidente de trem em Santiago de Compostela, Espanha (24/7). Foto: Reprodução

No local, o fotógrafo Xabier Martinez disse à Associated Press ter visto dezenas do que pareciam ser pessoas mortas sendo retiradas dos destroços do trem por funcionários de emergência. A TV Nacional Espanhola mostrou o que pareciam ser vários corpos cobertos por lençóis ao longo dos trilhos perto dos vagões danificados.

*Com BBC e AP

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas