Passageiros sentiram que composição fazia a curva antes de descarrilamento de trem em Santiago de Compostela

Dois passageiros ao descarrilamento de um trem no noroeste da Espanha relataram que a primeira coisa que recordavam do acidente é se verem no chão "rodeados de mortos". Segundo os dois sobreviventes, cujos nomes não foram divulgados pelo jornal espanhol El País, eles sentiram que a composição fazia a curva antes de o acidente acontecer perto da estação de Santiago de Compostela, deixando dezenas de mortos e feridos.

Assista: Vídeo mostra cenário de destruição após acidente de trem na Espanha

Tragédia: Trem descarrila e mata dezenas em Santiago de Compostela

Ferido é retirado por equipes de emergência de local de descarrilamento de trem em Santiago de Compostela, Espanha
AP
Ferido é retirado por equipes de emergência de local de descarrilamento de trem em Santiago de Compostela, Espanha

Dia 12: Trem descarrila e colide contra plataforma de estação na França

Outras testemunhas também relatam cenas horríveis no pior de trem a acontecer na Espanha em 40 anos. O último mais grave atingiu Chinchilla (Albacete) em 2003, com uma colisão frontal que deixou 19 mortos.

"Há muitos mortos aqui, meus Deus!", disse uma mulher identificada como Mari à Rádio Galega. Ela estendia roupas quando ouviu uma forte explosão e depois viu um "torpedo enorme de pó e ruído". "Comecei a correr", disse emocionada. Ela e os outros residentes do local perto do acidente ajudam as equipes nos trabalhos de resgate.

O descarrilamento do trem da companhia ferroviária Renfe, que levava 218 passageiros mais a tripulação, aconteceu às 20h41 locais (15h41 em Brasília) na curva mais fechada do trajeto entre Ourense e Santiago, capital da Galícia. Por causa do desastre, as autoridades galegas fizeram um apelo por doações de sangue pelas vítimas.

Total de 50: Desaparecidos em explosão de trem no Canadá devem estar mortos

Há informações de que todos os 13 vagões do trem de alta velocidade que faz a ligação entre Madri e Ferrol saíram dos trilhos, sendo que quatro tombaram completamente. Ao menos um deles está totalmente destruído, com fumaça sendo lançada ao ar. Bombeiros trabalham no local para controlar o incêndio e equipes de resgate atuam para retirar pessoas presas de dentro dos vagões.

No local, o fotógrafo Xabier Martinez disse à Associated Press ter visto dezenas do que pareciam ser pessoas mortas sendo retiradas dos destroços do trem por funcionários de emergência. A TV Nacional Espanhola mostrou o que pareciam ser vários corpos cobertos por lençóis ao longo dos trilhos perto dos vagões danificados.

*Com AP e BBC

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.