Polícia pune fotógrafo que vazou fotos de suspeito de ataque em Boston

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Sean Murphy divulgou imagens de Tsarnaev no momento da captura em resposta à capa da revista Rolling Stone

Um fotógrafo da polícia que vazou fotos do suspeito sobrevivente do ataque em Boston durante sua captura foi submetido a uma restrição de serviço nesta terça-feira.

Após Rolling Stone: Policial vaza fotos da captura de suspeito de Boston

Sean Murphy/ Reprodução da Boston Magazine
Ponto vermelho de mira de rifle de franco-atirador é visto na testa de Dzhokhar Tsarnaev, suspeito de ataque em Boston, no dia de sua captura

Ataque em Boston: Veja cronologia dos principais acontecimentos

Sean Murphy disse que divulgou as fotos do que chamou de "face do terror" à Boston Magazine na semana passada em resposta à imagem glamorizada de Dzhokhar Tsarnaev na capa da revista Rolling Stone.

Três das 14 imagens mostram Tsarnaev enquanto saía do barco, cabeça curvada, com traços vermelhos de sangue em suas roupas e o ponto vermelho do foco de laser de um rifle de um franco-atirador na testa.

30 acusações: Suspeito de ataque na Maratona de Boston é indiciado

O russo de etnia chechena de 20 anos, que se mudou aos EUA quando criança, declarou-se inocente perante uma corte federal de relação às explosões na linha de chegada da Maratona de Boston que deixaram três mortos e 260 feridos em 15 de abril. Ele também é acusado de matar um policial durante sua fuga três dias depois. Seu irmão mais velho, Tamerlan, morreu dos ferimentos que sofreu durante um confronto com a polícia.

Mídia: Suspeitos do ataque em Boston são do Cáucaso russo

Saiba mais: O que se sabe até agora dos irmãos Tsarnaev

AP/Wenner Media
Capa de edição de agosto da revista Rolling Stone traz Dzhokhar Tsarnaev, suspeito de ataque em Boston

Murphy não tinha autorização para divulgar as fotos e já teve de cumprir um dia de suspensão sem pagamento. Ele foi transferido para uma função de escritório em que não terá contato com o público até que uma investigação adicional sobre o caso seja concluída, de acordo com o porta-voz da Polícia do Estado de Massachusetts, David Procopio.

O gabinete do procurador-geral dos EUA classificou a divulgação das fotos de "completamente inaceitável", e alguns promotores afirmaram que os comentários e as imagens de Murphy poderiam ser usados para argumentar uma parcialidade do governo contra Tsarnaev.

No barco: Mensagem deixada por suspeito indica motivação para ataque

Em panela de pressão: Bomba de ataque em Boston pretendia mutilar vítimas

Outros disseram que era importante mostrar o Tsarnaev real depois da foto de capa, que mostrou um jovem Tsarnaev em uma pose que lembrou o tratamento dado pela revista a Jim Morrison.

Em uma declaração, Murphy disse à revista que Tsarnaev é mau e suas fotos mostram "o real autor das explosões de Boston, e não alguém cabeludo e arrumadinho para a capa da revista Rolling Stone".

Cenário: Conflito de identidade pode ser estopim de ataques

Dor: Vítimas do ataque em Boston enfrentam longo caminho até recuperação

Rolling Stone afirmou que a história de capa sobre Tsarnaev fazia parte de seu "duradouro compromisso com coberturas sérias e profundas das questões políticas e culturais mais importantes de nosso tempo."

O coronel Timothy Alben, o comandante da polícia estadual, descartou a possibilidade de que Murphy seja demitido.

*Com AP

Leia tudo sobre: ataque em bostonmaratona de bostontsarnaevboston

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas