Índia tem cerca de 6 mil desaparecidos após mês de enchentes

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Enchentes atingem Estado de Uttarakhand há um mês; autoridades não dizem se desaparecidos estão mortos

Reuters

A Índia declarou oficialmente que cerca de 6 mil pessoas estão desaparecidas depois de um mês de enchentes atingirem grandes áreas do Estado de Uttarakhand, ao norte do país, mas autoridades não quiseram confirmar se estariam mortos.

Norte da Índia: Brasileiros sobrevivem a inundações que mataram mais de 800

AP
Favela ao longo das margens do rio Yamuna é vista parcialmente inundada em Nova Délhi, Índia (20/06)

Leia: Índia faz ampla operação de resgate após mortes por enchentes

O número de 5.748, com base na contagem de desaparecidos do país, foi a primeira estimativa oficial depois de semanas de dados desencontrados de mortos e desaparecidos de algumas centenas a milhares.

As famílias dos desaparecidos agora passam a ser candidatas a receber ajuda financeira, disse o ministro-chefe de Uttarakhand, Vijay Bahuguna, em uma entrevista à imprensa, acrescentando que o governo deve pagar 150 mil rúpias (US$ 2,5 mil) a famílias no Estado, além da indenização do governo federal.

"Não estamos entrando na polêmica se as pessoas desaparecidas estão mortas ou não", disse Bahuguna.

O número oficial de mortos supera 800, disse à Reuters um funcionário da Autoridade Nacional de Gerenciamento de Desastres. Mais de 4,6mil dos desaparecidos em Uttarakhand são provenientes de outros lugares da Índia, disse o funcionário, que não quis ser identificado por não estar autorizado a falar com a imprensa.

As chuvas alcançaram níveis recordes em junho e causaram desmoronamentos e inundações de rios em Uttarakhand, atingindo milhares de devotos que vão anualmente ao local de peregrinação em templos nas cidades de Kedarnath, Gangotri, Badrinath e Yamunotri.

Leia tudo sobre: índiachuvas de monçõesenchentesinudanções

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas