Snowden convida grupos humanitários para reunião em aeroporto da Rússia

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Representantes da Human Rights Watch e da Anistia Internacional devem se encontrar com ex-técnico da CIA

Duas autoridades de direitos humanos da Rússia planejam se encontrar nesta sexta-feira (12) com Edward Snowden, o autor dos vazamentos de programas secretos da Agência Nacional de Segurança (NSA, sigla em inglês). Eles afirmaram terem recebido um convite para comparecer ao aeroporto internacional de Moscou Sheremetyevo, onde acredita-se ser o paradeiro de Snowden.

Leia mais: Conheça os aliados que ajudam Snowden a decidir seu futuro

Reprodução/ Guardian
Edward Snowden, que revelou o programa de monitoramento da NSA: 'Não tenho nenhuma intenção de esconder quem sou porque sei que não fiz nada de errado'

Denúncias pelo vazamento de Snowden:
Monitoramento: EUA mantêm ampla base de dados telefônicos
Prism: EUA coletam dados de nove empresas de internet
Jornal: EUA podem usar dados de inteligência sem mandado
Denúncia: Reino Unido espionou autoridades do G20 em 2009

O ex-técnico da CIA estaria preso na zona de trânsito do aeroporto desde que chegou de Hong Kong no dia 23 de junho, enquanto negociava asilo em outros países.

Sergei Nikitin, chefe do gabinete da Anistia Internacional na Rússia, afirmou à agência Associated Press que irá ao encontro, mas se recusou a fornecer detalhes. Tatiana Lokshina, vice-presidente do escritório russo da Human Rights Watch, foi citada pela agência de notícias Interfax dizendo que também vai à reunião.

Rússia: Putin quer que Snowden pare de vazar segredos dos EUA

Pressão: Europa exige respostas sobre supostos grampos dos EUA

Em sua página no Facebook, Tatiana publicou o texto de um e-mail supostamente enviado por Snowden, recebido por ela na quinta-feira. O texto dizia que Snowden queria fazer uma "breve exposição e discussão sobre os próximos passos diante da minha situação".

O comunicado não aborda diretamente as ofertas de asilo que Snowden recebeu da Venezuela, da Bolívia e Nicarágua, embora tenha expressado gratidão dizendo: "eu espero viajar para cada um deles." Também acusa os EUA de promover uma "campanha ilegal...de negar meu direito de buscar esse asilo".

Pai: Delator voltaria aos EUA se não fosse preso antes do julgamento

Reportagens da mídia russa afirmam que o convite também foi enviado para escritórios da Transparência Internacional, uma organização que rastreia atos de corrupção em governos e indústrias, e a agência de refugiados da ONU. Essas organizações não foram encontradas para comentar.

O advogado Genri Reznik também disse ter sido convidado e afirmou que tentaria comparecer. Ele foi citado pela agência Interfax dizendo que acreditava que Snowden marcou a reunião para buscar asilo na Rússia.

Anteriormente, Snowden havia entrado com pedido de asilo para a Rússia. Mas o presidente do país, Vladimir Putin, disse que o asilo só seria viável se Snowden parasse de vazar segredos dos EUA. Snowden então retirou seu pedido de asilo, segundo informaram autoridades russas.

Rússia: Putin rejeita extradição de Snowden aos EUA

Não está claro em que medida as organizações humanitárias poderiam influenciar no pedido de asilo à Rússia ou em outros aspectos do dilema de Snowden. Putin não costuma apreciar o envolvimento de organizações não governamentais em assuntos políticos.

Mas um apelo de Snowden a grupos respeitados poderia melhorar o nível de seu status, dando à Rússia um pretexto para reconsiderar o asilo.

Snowden não foi visto em público desde que chegou a Moscou de Hong Kong, para onde havia viajado antes que seus vazamentos sobre os programas de monitoramento de dados telefônicos e da internet de americanos fossem publicados pelos jornais The Guardian e The Washington Post. A Rússia afirmou que não pode extraditá-lo, porque ao permanecer na zona de trânsito, tecnicamente, ele não está em território russo.

Com AP

Leia tudo sobre: rússiaeuasnowdenregistros da internetregistros da verizonfisansa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas