Queda de Boeing 777 da Asiana causou duas mortes e 181 feridos. Uma pessoa ainda está desaparecida

Um Boeing 777 da Asiana Airlines que saiu de Seul sofreu um acidente ao pousar neste sábado no Aeroporto Internacional de São Francisco, disse a Administração Federal da Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês).

Infográfico: Saiba quais são os 10 piores acidentes aéreos do mundo

Duas pessoas morreram e outras 181 estão hospitalizadas, segundo a chefe do Corpo de Bombeiros da cidade, Joanne Hayes-White. Outras 190 pessoas conseguiram sair do avião sem ajuda, e em sua maioria, sem ferimentos. No entanto, um passageiro continua desaparecido. De acordo com o FBI, não há sinais que o acidente tenha sido causado por uma ação terrorista.

O avião transportava 291 passageiros e 16 tripulantes, disse a companhia aérea. 

Uma porta-voz do Hospital Geral de São Francisco afirmou à AP que pelo menos dez passageiros foram levados à instituição, todos em condição crítica. São 52 feridos internados; cinco em estado sério e cinco em estado grave. 

No momento da queda havia poucas nuvens no céu, de acordo com o Serviço de Tempo Nacional dos Estados Unidos. O Aeroporto Internacional de São Francisco fica a 19 quilômetros ao sul da cidade.

Leia também: Decolagem e pouso são as fases mais perigosas do voo 

Um dos passageiros, David Eun, postou uma foto no Twitter do avião já no chão com fumação saindo da lateral e pessoas se distanciando do jato a pé, sem ferimentos graves. Algumas delas carregavam bolsas consigo.

Imagens da KTVU também mostraram extenso dano causado por fogo no avião, que havia perdido sua cauda e uma de suas asas no acidente. Bombeiros estavam no local e o fogo, que queimou todo o topo da fuselagem, parecia já ter sido apagado.

Saiba mais: Acidentes aéreos e falhas alteram tecnologia de aviação

Veja no vídeo abaixo (do usuário do Youtube @360KID Scott Traylor) a fumaça intensa do jato na pista do aeroporto de São Francisco:

A Asiana Airlines é uma das duas maiores companhias aéreas da Coreia do Sul. A outra é a Korean Air. A empresa opera a partir do Aeroporto Internacional de Incheon, considerado um dos maiores do mundo.

A companhia existe desde 1998 e atualmente conta com uma frota de 79 aeronaves. Os aviões de passageiros da companhia aérea têm em sua rota 23 países, enquanto os de carga abrangem 14 nações. Segundo o site da empresa, há 12 modelos Boeing 777, como o que caiu neste sábado. A nave é uma das mais populares para voos de longa distância, de 12 horas ou mais.

Um funcionário da companhia disse em Seul que a companhia vai enviar um time de funcionários para ajudar a investigar as causas do acidente.

A companhia tem como garoto propaganda o cantor Psy, famoso internacionalmente pela canção “ Gangnam Style ”.

(Com informações da AP e Reuters)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.