Segundo milagre abre caminho para tornar João Paulo 2º santo

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Canonização pode acontecer em conjunto com a de João 23 em 8 de dezembro, data da Imaculada Conceição

O papa João Paulo 2º superou o último obstáculo antes de se tornar santo, sendo necessárias para sua santificação apenas a aprovação final do papa Francisco e uma data para a cerimônia, que pode ocorrer tão cedo quanto 8 de dezembro, indicaram funcionários do Vaticano e informações da imprensa nesta terça-feira.

2011: Mais de 1 milhão assiste à beatificação de João Paulo 2º

AP
Mulher passa por cartaz na Cracóvia, na Polônia, país onde nasceu o papa João Paulo 2º (30/4/2011)

Leia: Costa Rica terá relíquia com sangue de papa João Paulo 2º

A data marca a festa da Imaculada Conceição, uma grande celebração para a Igreja Católica. Neste ano, a data cai coincidentemente em um domingo, quando as canonizações normalmente ocorrem. Sob condição de anonimato, um funcionário confirmou matéria do jornal La Stampa indicando que João Paulo poderia ser canonizado juntamente com o papa João 23, que convocou o Concílio Vaticano Segundo, mas morreu em 1963, antes de seu término.

Segundo a agência de notícias Ansa, uma comissão de cardeais e bispos lhe creditou um segundo milagre desde sua morte, em abril de 2005. Um segundo milagre é necessário para que alguém seja declarado santidade completa.

Maio: Papa Francisco faz primeiras canonizações de seu pontificado

A Congregação para as Causas dos Santos, órgão do Vaticano que analisa candidatos à santidade, decidiu que a intervenção de João Paulo 2º estava por trás da cura de uma mulher da Costa Rica em 1º de maio de 2011.

Ele já havia recebido crédito por pedir a Deus pela cura da freira francesa irmã Marie Simon-Pierre Normand do mal de Parkinson, o que ajudou a levar à sua beatificação em 2011, quando foi declarado um "abençoado" da Igreja.

NYT: Beatificação de João Paulo 2º leva a críticas e polarização

O sucessor de João Paulo 2º, Bento 16, dispensou uma regra da Igreja que normalmente exige um período de cinco anos de espera até que possam começar os procedimentos iniciais para a santidade.

João Paulo está em um acelerado processo para possível santificação desde sua morte em 2005, quando milhões compareceram ao seu funeral com muitos gritando "Santo Subito". Há, porém, preocupações de que o procedimento esteja sendo muito rápido.

Alguns dos problemas mais profundos da Santa Sé - abuso sexual clerical, governança disfuncional e, mais recentemente, escândalos financeiros no Banco Vaticano - essencialmente datam de seu pontificado de 27 anos, que viu o colapso do comunismo na Europa Oriental, a partir de seu país natal, a Polônia.

Sexta: Polícia prende clérigo do Vaticano em investigação

No passado, o Vaticano tentou equilibrar as preocupações com papas santos ao dar a honra a dois ao mesmo tempo. Tal foi o caso em 2000, quando João Paulo beatificou João 23, apelidado de "bom papa", juntamente com Pio 9, que foi criticado por perdoar a captura de um menino judeu e por se referir aos judeus como cachorros.

Ao canonizar João Paulo 2º com João 23, o Vaticano buscaria amenizar preocupações sobre o santificado rápido do primeiro ao vinculá-lo à espera de 50 anos do último.

*Com AP e Reuters

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas