Militantes do Taleban lançam ataque perto do aeroporto de Cabul

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Dois civis ficaram feridos e todos os militantes foram mortos após horas de batalha; alvo dos insurgentes era sede da Otan dentro do aeroporto

Sete integrantes do Taleban fortemente armados lançaram um ataque perto do principal aeroporto do Afeganistão na manhã desta segunda-feira (10). O alvo dos insurgentes, que fizeram uso de metralhadoras e ao menos uma bomba, era uma sede da Otan no aeroporto. Dois civis afegãos ficaram feridos e todos os militantes foram mortos após horas de batalha,

Este foi um dos três ataques realizados contra instalações controladas pelo Estado nesta manhã no Afeganistão, e a terceira vez no mês que insurgentes lançam ataques em larga escala dentro e nos arredores da capital do país, Cabul. Os insurgentes podem estar envolvidos em um esforço para prejudicar a confiança do povo no governo, enquanto as forças de segurança afegãs tomam a frente da proteção do país antes da retirada total das tropas estrangeiras no ano que vem.

24 de maio: Militantes do Taleban atacam centro de Cabul

AP
Soldados do Exército do Afeganistão entram em prédio depois que militantes do Taleban lançaram ataque perto do aeroporto de Cabul

Leia mais: Ataque suicida em Cabul deixa 15 mortos, incluindo dois soldados americanos

Além do ataque contra o aeroporto, seis militantes com explosivos presos às roupas tentaram invadir o prédio de um conselho provincial na capital de Zabul, enquanto três insurgentes tentaram atacar uma delegacia perto da capital. Em outra parte do país, uma bomba na beira da estrada matou um soldado polonês da Otan.

O porta-voz do Ministério do Interior Sedir Sediqi disse que, em Zabul, os insurgentes conseguiram ferir 18, incluindo três policiais, quando detonaram um carro-bomba fora do prédio na cidade de Qalat, mas as forças de segurança mataram os militantes antes que eles entrassem no prédio. Nos arredores de Cabul, a polícia também matou um militante e prendeu outros dois por tentarem invadir um prédio no distrito de Surobi.

4 de maio: Bomba mata cinco soldados americanos no sul do Afeganistão

O ataque contra o aeroporto da capital aparentemente tinha como objetivo criar uma sensação de insegurança entre os residentes da capital e semear o pânico na população. Os insurgentes não chegaram perto o suficiente para atacar as aeronaves ou entrar na pista de voo. Mesmo que tivessem conseguido danificar o aeroporto, isso afetaria apenas os voos civis, mas não teriam impacto nas operações militares, que são realizadas a partir de um aeródromo militar em Bagram, localizada a 50 km da capital.

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, disse que o governo não será dissuadido por insurgentes. "Esses covardes ataques terroristas contra o povo afegão não pode mudar o caminho escolhido pela população em direção ao progresso, ao desenvolvimento, à paz e as eleições", disse Karzai.

NYT: CIA entregou milhões de dólares a gabinete presidencial afegão

Karzai: Presidente afegão confirma entrega de dinheiro pela CIA

Karzai não estava em Cabul no momento do ataque, porque faz uma visita a Catar, onde discute sobre a estagnação do processo de país em seu país e a possível abertura de um gabinete do Taleban em Doha.

O aeroporto de Cabul não foi danificado e conseguiu reiniciar suas atividades logo depois que a batalha chegou ao fim, disse o chefe do aeroporto Yaqub Rassuli. "Não houve danos na pista. Alguns estilhaços caíram perto (da pista) mas já foram retirados", disse.

Segundo a polícia, os militantes com explosivos presos ao corpo ocuparam um dos prédios em construção da ala oeste do aeroporto e começaram a disparar contra a sede da Otan. Não está claro se os tiros atingiram alguma coisa dentro da sede.

Janeiro: Obama e Karzai aceleram transição militar no Afeganistão

O porta-voz do Taleban Zabiullah Mujahid reivindicou responsabilidade pelo ataque, dizendo que os insurgentes tinham como alvo a sede da Otan.

O porta-voz da polícia Hashmat Stanizkai disse que depois da primeira explosão, ao menos cinco insurgentes ocuparam dois prédios, localizados em um único complexo, e começaram a disparar granadas e tiros. "Às vezes eles atiravam a partir de um prédio, depois a partir de outro", disse, durante a batalha. "É uma área residencial e o complexo foi cercado por forças de segurança afegãs. As forças de segurança cercaram os prédios e estavam sendo cuidadosas por se tratar de uma área residencial."

Com AP

Leia tudo sobre: afeganistãokarzaiaeroportocabultalebanataquezabul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas