Tornados deixam 9 mortos em Oklahoma e se movem para nordeste dos EUA

Por Reuters - | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Região foi atingida apenas 11 dias após um tornado de categoria EF5, o mais poderoso na classificação desses fenômenos naturais, devastar Moore e matar 24 pessoas

Reuters

Subiu para nove o número de pessoas mortas pela passagem na sexta-feira de tornados no Estado central de Oklahoma, nos Estados Unidos, afirmou a porta-voz do Instituto Médico Legal estadual neste sábado. Segundo Amy Elliott, entre os mortos estão duas crianças e sete adultos. Anteriormente, o número de mortos divulgado era cinco.

Prevenção: Custo alto desestimula construção de abrigos contra tornados nos EUA

Os tornados despejaram 200 milímetros de chuva na região de Oklahoma City e seus subúrbios, causando inundações repentinas que submergiram partes da região metropolitana de 1,3 milhão de habitantes.

O Serviço Meteorológico Nacional afirmou que o clima severo se deslocava para nordeste, pelos Estados vizinhos de Illinois e Missouri, onde o governador Jay Nixon declarou estado de emergência na sexta-feira.

AP
Wilburn Shaw olha para objetos pessoais de sua cozinha destruída pelo tornado

Os tornados atingiram a região apenas 11 dias após um tornado de categoria EF5, o mais poderoso na classificação desses fenômenos naturais, devastar Moore e matar 24 pessoas.

Um mãe e seu bebê morreram na sexta-feira enquanto viajavam na rodovia Interestadual 40, a oeste de Oklahoma City, quando seu veículo foi pego pela tempestade e foram sugados para fora, disse a porta-voz da Polícia Rodoviária Oklahoma, Betsy Randolph.

A rodovia foi fechada devido à tempestade, com vários acidentes e lesões.

Mais de 40 pessoas estavam sendo tratadas por ferimentos relacionados à tempestade, incluindo cinco em estado grave, entre elas uma criança, de acordo com um hospital de Oklahoma.

Meteorologistas já haviam declarado emergência para tornado na área metropolitana de Oklahoma City e até chegaram a emitir um aviso de tornado para Moore, que teve danos limitados desde as últimas tempestades, disse um policial enviado à cidade.

Um tornado atingiu a Interestadual 40 em direção a Oklahoma City, tombando caminhões e arremessando fardos de feno, disse uma testemunha. Imagens de TV mostraram linhas de energia derrubadas e carros jogados, já que os sistemas climáticos provocaram forte chuva, isolando motoristas na inundação.

"Por razões que não são claras para mim, mais pessoas saíram às ruas, mais do que esperávamos. Todos agiram de forma diferente nesta tempestade, e como resultado criou-se uma situação extremamente perigosa", disse o prefeito de Oklahoma City, Mick Cornett.

"Eu acho que ainda estamos um pouco abalados com o que aconteceu em Moore. Nós ainda estamos enterrando filhos e vítimas, então nossas emoções ainda são fortes", acrescentou.

Brandi Vanalphen, de 30 anos, estava entre as centenas de motoristas presos no trânsito, enquanto tentava fugir do sistema de tornados no subúrbio de Norman.

"O que me assustou foi ficar presa no trânsito", disse ela. "Eu comecei a ver flashes de energia para o norte... as pessoas começaram a dirigir sobre a grama."

A governadora de Oklahoma, Mary Fallin, disse à CNN que os motoristas enfrentaram um grande perigo ao ficarem presos em qualquer rodovia no caminho do tornado.

"O que vimos a partir dos tornados que passaram por Moore e os outros na semana passada foi que as pessoas que estavam em carros na Interestadual foram mortas", disse Fallin à CNN.

Leia tudo sobre: EUAtornadoOklahoma

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas