Chile e Argentina ordenam retirada de moradores a 25 km de vulcão

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Autoridades chilenas e argentinas emitem alerta vermelho por risco de erupção do Copahue, que fica na fronteira entre os dois países

As autoridades chilenas e argentinas determinaram nesta segunda-feira uma retirada obrigatória que abrange 25 quilômetros ao redor do vulcão ativo Copahue, que fica na fronteira entre os dois países.

Dezembro: Vulcão Copahue reduz atividade, diz Chile

AP
Coluna de cinzas e fumaça sobe do vulcão Copahue visto a partir de Caviahue, na Província de Neuquén (24/05)


O vulcão, localizado na fronteira da província argentina de Neuquén e na região chilena de Bío Bío, aumentou fortemente sua atividade sísmica nas últimas 24 horas, mas ainda não entrou em erupção, disseram autoridades. Na semana passada liberou uma coluna de fumaça e gases que já não se via nesta segunda-feira.

De acordo com o Serviço Nacional Geológico e de Mineração (Sernageomin), o vulcão "está agora em um processo que tem o risco de se transformar numa erupção, por essa razão emitimos um alerta vermelho", afirmou o ministro do Interior do Chile, Andrés Chadwick, em coletiva transmitida nacionalmente pela televisão. Segundo ele, 2.240 pessoas devem ser retiradas da região.

O governo de Neuquén declarou alerta vermelho e ordenou a retirada preventiva da localidade Caviahue-Copahue, onde moram cerca de 900 habitantes. Anteriormente, o município havia ordenado a suspensão das aulas.

Caviahue-Copahue é uma localidade turística localizada 400 quilômetros a noroeste da capital provincial, Neuquén. Na área de Alto Bío Bío, perto do vulcão, estão as represas Ralco e Pangue, da elétrica Endesa Chile que, contudo, não foram afetadas.

Fontes da empresa disseram à Reuters que estão observando a situação, mas atualmente as represas estão em níveis mínimos técnicos, o que evitaria uma eventual abertura das comportas, embora suas paredes estejam preparadas para resistir ao movimento sísmico.

Em meados de 2011, o complexo vulcânico Cordón Caulle, também no sul do país, entrou em erupção e provocou o cancelamento de voos locais e internacionais na Argentina e no Chile.

*Com Reuters

Leia tudo sobre: vulcãochileargentinacopahuevulcão copahue

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas