Colômbia e Farc chegam a acordo sobre reforma agrária

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Acordo entre governo e grupo de gtuerrilha busca o desenvolvimento econômico e social nas zonas rurais da Colômbia e a entrega de terras para as pessoas que vivem lá

Reuters

O governo da Colômbia e as Farc chegaram a um acordo sobre a questão crítica da reforma agrária, disseram ambos os lados neste domingo, no que parece ser um passo significativo no processo de paz que busca encerrar um prolongado conflito. As partes acrescentaram que o acordo busca o desenvolvimento econômico e social nas zonas rurais e a entrega de terras para as pessoas que vivem lá.

Leia também: Colômbia diz que não dará trégua militar nem verbal às Farc

Isso aborda uma das principais questões que levaram à formação da guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), em 1964, como um movimento comunista de reforma agrária, e ao lançamento de sua insurgência.

As primeiras negociações de paz em uma década entre o governo do presidente Juan Manuel Santos e as Farc começaram há seis meses, em um processo que inclui, além de questões agrícolas, a participação na vida política, a luta contra o tráfico de drogas, o fim de conflito e compensação às vítimas.

Mais de 100 mil pessoas morreram e milhões foram deslocadas em consequência do conflito de guerrilha mais longo da América Latina, que atualmente está em intensidade baixa diante das discussões de paz realizadas em Cuba.

Muitos colombianos acreditam que os rebeldes devem enfrentar a Justiça pelos crimes cometidos, como sequestros para extorquir dinheiro e o envolvimento no tráfico de drogas, este último negado pelo grupo.

Mais:
Farc libertam dois policiais sequestrado
Política na Colômbia envolve violência, diz holandesa das Farc
Farc matam quatro soldados e explodem torre de energia
Farc dizem que continuarão capturando membros do Exército colombiano

Leia tudo sobre: colômbiafarcreforma agrária

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas