Barrado de eleição, Rafsanjani chama líderes iranianos de ignorantes

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Comentários de ex-presidente se somam ao conflito político entre os aliados aos grupos de liderança e a oposição, que foi marginalizada desde a agitação pós-eleitoral em 2009

Reuters

AP
Hashemi Rafsanjani durante encontro sazonal da influente Assembleia de Especialistas em Teerã, Irã (2011)

O ex-presidente iraniano Akbar Hashemi Rafsanjani acusou a liderança do Irã de incompetência e ignorância, poucos dias depois de ter sido impedido de concorrer na eleição no próximo mês, informou o site oposicionista Kaleme nesta quinta-feira.

Terça: Ex-presidente e aliado de Ahmadinejad são impedidos de disputar eleição no Irã

Ahmadinejad: Presidente do Irã muda de tática para garantir sobrevivência após eleições

Os comentários de Rafsanjani se somam ao conflito político entre os aliados aos grupos de liderança e a oposição, que foi marginalizada desde a agitação pós-eleitoral em 2009.

"Acho que o país não poderia ter sido pior governado, mesmo se houvesse planejamento com antecedência", disse Rafsanjani aos membros de sua equipe de campanha na quarta, de acordo com reportagem do Kaleme.

"Não quero me rebaixar à propaganda e aos ataques deles, mas a ignorância é preocupante. Será que eles não entendem o que estão fazendo?"

Quarta: Ahmadinejad critica exclusão de aliado da eleição presidencial do Irã

Antes de ser desqualificado para a eleição presidencial do próximo mês, Rafsanjani, de 78 anos, causou grande interesse em uma eleição que muitos acreditam ser uma corrida entre candidatos linha dura. Ele atraiu o apoio de grupos reformistas, cujos líderes haviam contestado a reeleição do presidente Mahmud Ahmadinejad.

Rafsanjani disse que as experiências de reconstrução do país após a guerra entre o Irã e Iraque eram necessárias agora. Ele foi eleito presidente em 1989, um ano após o fim da guerra, e seu governo passou a ser chamado "governo da reconstrução", numa época em que a reconstrução econômica e a reforma reergueram o Irã.

Analistas dizem que Rafsanjani foi desqualificado para a eleição porque sua campanha já havia se tornado muito popular e ele foi considerado uma ameaça para os líderes.

Leia tudo sobre: irãeleição no irãRafsanjaniahmadinejadkhamenei

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas