Corpo de suspeito de ataque em Boston foi enterrado, diz polícia

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Cemitérios se recusavam a fazer o enterro de Tamerlan Tsarnaev; morto há vinte dias, ele era um dos suspeitos de ter colocado duas bombas na Maratona de Boston

O corpo de Tamerlan Tsarnaev, suspeito de ter realizado o ataque à Maratona de Boston, já foi enterrado em local não divulgado perto da cidade de Worcester, Massachusetts. Ele vinha sendo mantido em uma casa funerária de Worcester enquanto a família passou semanas procurando um lugar que aceitasse realizar seu enterro.

Leia também: Amigo do suspeito de ataque em Boston será libertado sob fiança

Tamerlan Tsarnaev: Cemitérios se recusam a enterrar suspeito de ataques em Boston

AP
Tamerlan Tsarnaev sorri após ganhar um troféu por vencer competição de boxe em Lowell, Massachusetts

Plano: Suspeitos de ataque em Boston planejavam atacar a Times Square

"Um indivíduo corajoso, com compaixão, se apresentou para dar assistência para o enterro adequado do morto", disse a polícia de Worcester em comunicado. Segundo o diretor da casa funerária onde estava o corpo, Peter Stefan, nenhuma comunidade queria aceitar o corpo, incluindo Cambridge, onde a família de Tamerlan viveu por dez anos. 

A viúva de Tamerlan continua a ser interrogada por autoridades federais e contratou um advogado criminal com experiência em defender casos de terrorismo. Joshua Dratel de Nova York agora faz parte de sua equipe de defesa, segundo informou o advogado Amato DeLuca na quarta-feira (8). Dratel já defendeu diversos suspeitos de terrorismo em tribunais federais, como David Jinks, que participou de um treinamento da Al-Qaeda no Afeganistão.

Ataque em Boston: Veja cronologia dos principais acontecimentos

Misha: Suspeito de ataque em Boston foi influenciado por radical misterioso

Ele disse que Katherine, que não foi acusada de nenhum crime, continuará se encontrando com os investigadores como "parte de uma série de reuniões nas quais ela tem respondido os questionamentos".

Tamerlan Tsarnaev, 26 anos, e seu irmão Dzhokhar Tsarnaev, 19 anos, de etnia chechena nascidos no sul da Rússia, são acusados de ter plantado duas bombas em panelas de pressão perto da linha de chegada da maratona, deixando três mortos e 260 feridos.

Vítimas do ataque em Boston:
Menino de 8 anos morto em ataque em Boston 'era cheio de vida e amava correr'
Polícia identifica mulher de 29 anos como segunda vítima de ataque em Boston
Estudante chinesa é identificada como terceira vítima de ataque em Boston

Dzhokhar, que foi encontrado dentro de um barco em uma casa no subúrbio de Boston, foi indiciado por usar uma arma de destruição em massa. A mãe dos rapazes afirmou que as acusações contra seus filhos são falsas. Tamerlan Tsarnaev foi morto durante uma tentativa de fuga após uma troca de tiros com a polícia.

Em Washington, a primeira de uma série de audiências para rever a resposta inicial do governo ao ataque começou nesta quinta-feira. As audiências no Capitólio, que abordam quais tipos de informações as autoridades receberam sobre os irmãos antes do ataque, ocorrem menos de três semanas depois da prisão de Dzhokhar.

O comissário da polícia de Boston Edward Davis testemunhou que agentes do FBI não falaram para a polícia que tinham recebido alertas do governo russo em 2011 sobre o suspeito Tamerlan Tsarnaev. O FBI e a CIA receberam separadamente alertas do governo russo de que Tamerlan Tsarnaev e sua mãe eram militantes religiosos.

Com AP e Reuters

Leia tudo sobre: euaataque em bostontsarnaevmassachusettsenterromaratona de boston

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas