Investigadores levaram barco, que estava no quintal de uma casa em Watertown, Massachusetts para uma área de armazenamento de provas

Reuters

Reprodução de imagem que mostra o momento que suspeito deixa o barco em que estava escondido
Reprodução/BBC
Reprodução de imagem que mostra o momento que suspeito deixa o barco em que estava escondido

Investigadores removeram de um quintal em Watertown, Massachusetts, o agora famoso barco utilizado como esconderijo por um dos suspeitos do atentado na Maratona de Boston , e levaram a embarcação para uma área de armazenamento de provas, informou o FBI neste sábado (27).

Dzhokhar Tsarnaev , de 19 anos e de origem chechena com vínculos com a região russa, acusado pelo atentado de 15 de abril que matou três pessoas e feriu 264, estava no barco quando foi capturado por autoridades no dia 19 de abril, após um dia tenso de buscas na região de Boston.

Leia mais: Suspeito de ataque em Boston estava em banco de dados da CIA há 18 meses

Tamerlan Tsarnaev: Suspeito de ataque em Boston foi influenciado por radical misterioso

O proprietário do barco chamou a polícia depois que ele levantou a lona do barco guardado em seu quintal e viu sangue. A polícia encontrou Tsarnaev ferido dentro do barco.

O barco foi classificado como evidência na cena e transferido na sexta-feira para uma instalação de armazenamento secreta, disse a porta-voz do FBI Laura Eimiller.

O irmão mais velho de Tsarnaev, Tamerlan Tsarnaev , também é um suspeito mas foi morto pela polícia em 18 de abril.

Também na sexta-feira, o FBI concluiu a busca em um aterro sanitário em New Bedford por provas ligadas ao atentado, disse ela. Eimiller se recusou a dizer que evidências os investigadores esperavam encontrar e se eles encontraram alguma coisa.

"Nós estávamos buscando provas, mas nós não vamos comentar a natureza do que estava sendo procurado o do que foi encontrado", continou Eimiller. "Nós podemos confirmar que estivemos lá na quinta-feira, na sexta-feira e que fomos embora ontem."

O aterro é perto da Universidade de Massachusetts, em Dartmouth, frequentada pelo Tsarnaev mais jovem.

A mídia local relatou que o FBI está tentando encontrar o laptop de Dzhokhar Tsarnaev.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.