Policial em campus do MIT, perto de Boston, é morto

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Oficial atendia a um chamado por distúrbios quando foi alvejado; autoridades acreditam que criminosos sejam os suspeitos do ataque em Boston; um deles foi morto após troca de tiros

Um policial foi morto na noite desta quinta-feira (18) no campus do Massachusetts Institute of Technology (MIT) na cidade de Cambridge, perto de Boston. Segundo a polícia local, o policial atendia a um chamado por distúrbios na área quando foi alvejado e sofreu "múltiplos ferimentos".

Ele foi levado a um hospital local, onde foi declarado morto. Pelas imagens, as autoridades trabalham com a hipótese de que os dois homens que mataram o policial sejam os mesmos suspeitos pelo ataque na Maratona de Boston, que deixou três mortos e quase 180 feridos na segunda.

Leia também: Suspeito de ataque em Boston é morto pela polícia durante tiroteio

Reuters
Policiais rendem suspeito após morte de guarda em campus do MIT

Veja mais: Explosão em fábrica de fertilizantes no Texas deixa 14 mortos

Eles também teriam ferido um guarda de trânsito em um tiroteio e jogaram explosivos contra carros da polícia durante uma perseguição, que acabou com a morte de um dos suspeitos. Ele estava com o outro suspeito, que, até o momento, está foragido.

Suspeitos: FBI divulga imagens de dois suspeitos de ataque em Boston

Homenagem: 'Vocês correrão de novo', diz Obama em missa por vítimas de ataque

O foragido aparece no vídeo divulgado pelo FBI na quinta-feira usando um boné branco, momentos antes da explosão dos artefatos na linha de chegada da corrida. O suspeito, que morreu no hospital pelo ferimento dos tiros, aparece nas imagens usando um boné escuro.

Equipes estão bloqueando bairros e regiões próximas a Boston para encontrar o segundo envolvido no ataque de segunda-feira. Moradores de Watertown, Newton, Waltham, Belmont, Cambridge e Allston-Brighton são alertados para não saírem de suas residências e só abrirem a porta para autoridades claramente identificadas. "Acreditamos que seja um terrorista. Esse homem veio aqui para matar pessoas", afirmou o policial de Boston, Ed Davis.

Mídia: Investigadores creem ter identificado suspeito de ataque em Boston

Confusão: Autoridades dos EUA negam prisão de suspeito por ataque em Boston

Todo o sistema de transporte público foi suspenso, incluindo ônibus, metrôs, trens e balsas, segundo informou Joe Pesaturo, porta-voz da Autoridade de Transporte de Massachusetts. As escolas em toda a região de Boston também foram fechadas. "Essa é uma situação grave", afirmou o comandante da polícia Timothy Alben. "Estamos lidando com uma situação muito séria."

Segundo a agência Associated Press, os suspeitos foram identificados como nascidos na Chechênia, que têm sido assolada pela insurgência islâmica decorrente de guerras separatistas. Um boletim policial obtido pela AP identificou o foragido como Dzhokhar A. Tsarnaev, 19 anos, morador de Cambridge, em Massachusetts.

Obama sobre Boston: 'Quando bombas são usadas contra civis, é terrorismo'

Segundo dois policiais não identificados ouvidos pela agência, Tsarnaev e outro suspeito, que não foi imediatamente identificado, vivem legalmente nos EUA há mais de um ano. De acordo com a rede CNN, investigadores afirmaram que os dois suspeitos eram irmãos - sendo o foragido o mais jovem.

FBI
Frame de vídeo divulgado pelo FBI mostra o suspeito número 1 (de boné preto) à frente do suspeito número 2 (de boné branco)

Episódios de violência durante a madrugada tiveram início poucas horas depois da divulgação das fotos e dos vídeos dos dois jovens pelo FBI.

Ataque em Boston

O ataque, o pior em solo americano desde o 11 de Setembro de 2001, deixou três mortos: Martin Richard, de 8 anos; Krystle Campbell, uma gerente de restaurante de 29 anos e Lingzi Lu, estudante chinesa de 23 anos.

As bombas foram montadas dentro de panelas de pressão com explosivos, pedaços de metal e pregos, informaram os investigadores. Eles suspeitam que as bombas foram escondidas em mochilas e deixadas no local.

Leia tudo sobre: mitbostoneuamassachusettscambridgetiroteio mitataque em boston

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas