Dilma lamenta morte da ex-premiê britânica Margareth Thatcher

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

'Dama de Ferro', como era conhecida, morreu aos 87 anos, vítima de um derrame

A presidente Dilma Rousseff lamentou nesta segunda-feira (8) a morte da primeira-ministra britânica Margaret Thatcher, informou a Secretaria de Imprensa da Presidência da República. A premiê britânica, conhecida como "Dama de Ferro", morreu no início desta manhã aos 87 anos devido a um derrame.

Leia mais: Morre aos 87 anos a ex-premiê britânica Margaret Thatcher

Análise: Estado mínimo e recuperação britânica marcam legado econômico de Thatcher

Legado: Admirada e criticada, Margaret Thatcher transformou Reino Unido

De acordo com o porta-voz, a ex-premiê morreu no hotel Ritz, em Londres. A rainha Elizabeth 2ª autorizou um funeral cerimonial - um grau abaixo de um funeral de Estado - para Thatcher na Catedral de São Paulo em Londres na semana que vem, com honras militares.

AP
A ex-premiê britânica Margaret Thatcher

Thatcher foi uma das mais influentes figuras públicas do século 20. Seu legado teve um efeito profundo nas políticas de seus sucessores, tanto conservadores como trabalhistas, enquanto seu estilo considerado radical e agressivo definiu seus 11 anos no comando do Reino Unido.

Durante seu governo conservador, milhares de britânicos conseguiram comprar casas populares e ações de empresas recém-privatizadas nas áreas de energia e telecomunicação. Mas sua rejeição à chamada "política de consenso" fez dela uma figura desagregadora, e a oposição ao seu governo culminou com rebeliões nas ruas e dentro de seu próprio partido.

Galeria de fotos: Relembre a trajetória de Margaret Thatcher em imagens

Polêmica: Veja as principais frases de Margaret Thatcher

Cinema: Papel de Margaret Thatcher deu Oscar de melhor atriz para Meryl Streep

Legado

Após deixar o poder, recebeu o título de baronesa, escreveu dois livros de memórias e se manteve ativa na política, fazendo campanha contra o Tratado de Maastrich (que pavimentou terreno para a adoção do euro) e contra a política sérvia de limpeza étnica na Bósnia.

Foi forçada a reduzir sua atuação pública em 2001, quando sua saúde começou a se deteriorar. Após sofrer uma série de pequenos derrames, seus médicos advertiram contra aparições públicas, nas quais ela se revelava cada vez mais fragilizada. Além disso, Thatcher sofria de problemas mentais, que afetavam sua memória de curto prazo.

Premiê britânico David Cameron posa ao lado de Margaret Thatcherna entrada do nº10 da Downing Street em Londres (08/06/2010)
. Foto: APMargaret Thatcher presta condolências durante funeral de seu amigo e aliado Ronald Reagan, ex-presidente dos EUA (09/06/2004). Foto: APFoto datada dos anos 1980 mostra a ex-premiê britânica Margaret Thatcher. Foto: APEntão premiê, Margaret Thatcher acena aos seus partidários na sede  do Partido Conservador após vencer eleições gerais (12/6/1987). Foto: APMargaret Thatcher gesticula com uma caneta durante coletiva nas Nações Unidas (23/6/1982). Foto: APMargaret Thatcher visita a Casa Branca, em Washington, acompanhada pelo então presidente dos EUA Jimmy Carter (17/12/1979). Foto: APEntão governador da Califórnia, Ronald Reagan recebe medalha da ex-premiê britânica Margaret Thatcher em Londres (09/04/1975). Foto: APMargaret Thatcher ganha um beijo do marido, Denis, depois de vencer a primeira rodada da eleição pela liderança do partido
. Foto: APEntão parlamentar pelo Partido Conservador, Margaret Thatcher posa para foto na cozinha de sua casa em Chelsea (01/02/1975). Foto: APEm foto dos anos 50, a candidata Margaret Thatcher acompanha quatro eleitores no piano para uma canção no bar de Bull Inn, Dartford. Foto: AP

Com Agência Brasil e BBC

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas