Suprema Corte do Quênia confirma eleição de Kenyatta como presidente

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Odinga havia contestado vitória perante corte argumentando que eleição foi manchada por irregularidades e que rival não conquistou votos suficientes para evitar segundo turno

A Suprema Corte do Quênia manteve neste sábado a eleição de Uhuru Kenyatta como o próximo presidente do país, pondo fim a uma temporada eleitoral que levantou temores de repetição da violência pós-eleitoral de 2007-2008.

Kenyatta: Quênia anuncia presidente eleito

AP
Uhuru Kenyatta comemora vitória nas eleições do Quênia em 9 de março

Odinga: Candidato à presidência do Quênia pede suspensão da contagem de votos

O veredicto deste sábado significa que Kenyatta assumirá o cargo no início do próximo mês. Ele se tornará o segundo presidente em exercício na África a enfrentar acusações no Tribunal Penal Internacional.

Kenyatta e o vice-presidente eleito William Ruto são acusados de ter ajudado a orquestrar a violência que deixou mais de 1 mil mortos na violência pós-eleitoral de 2007-08.

Advogados do rival eleitoral do presidente eleito, Raila Odinga, haviam argumentado perante a Suprema Corte que a eleição foi manchada por irregularidades, com Kenyatta não tendo conquistado votos suficientes para evitar um segundo turno.

De acordo com os resultados oficiais, Kenyatta conquistou 50,07% dos votos, evitando com margem estreita uma segunda rodada de votação contra Odinga, que disse que seu caso perante a Suprema Corte poria a democracia queniana sob julgamento.

Saiba mais: Leia todas as notícias sobre as eleições no Quênia

Mas o veredicto unânime da corte, lido pelo juiz Willy Mutunga, afirmou que a eleição foi "conduzida em respeito à Constituição e à lei" e que Kenyatta foi "validamente eleito".

As razões por trás da decisão dos juízes não foram dadas neste sábado. Odinga disse que respeitaria a decisão da corte independentemente de favorecê-lo ou não.

*Com AP

Leia tudo sobre: quêniaeleição no quêniaodingatpikenyatta

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas