Mandela respira sem dificuldade, diz presidente da África do Sul

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Ícone da luta antiapartheid passa terceira noite em hospital por infecção pulmonar. Segundo Zuma, ele está 'bem' e continua respondendo a tratamento

O ex-presidente sul-africano Nelson Mandela (1994-1999) está confortável e é capaz de respirar sem problemas. Ele continua respondendo ao tratamento depois de passar uma terceira noite no hospital por uma infecção pulmonar, informou o gabinete do presidente Jacob Zuma neste sábado.

Quinta: Ex-presidente sul-africano Nelson Mandela é internado

Reuters
Visitantes posam para fotografias em frente de estátua do ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela em Johanesburgo

Sexta: Mandela apresenta 'melhora estável' em hospital da África do Sul

"Madiba é agora capaz de respirar sem dificuldade. Ele continua a responder ao tratamento e está bem", afirmou a presidência em um comunicado. Madiba é o nome do clã de Mandela, amplamente utilizado pelos sul-africanos para se referir ao homem que liderou a luta contra o apartheid no país.

Depois da internação de Mandela pouco antes do início da madrugada de quinta, Zuma pediu que a população "não entrasse em pânico". O ex-presidente contraiu tuberculose nos anos 80 enquanto estava detido em Robben Island, com informações de que seus pulmões ficaram prejudicados por trabalhar em uma pedreira na prisão.

Vídeo: Netas de Mandela são estrelas de reality show

Julho: África do Sul comemora aniversário de 94 anos de Nelson Mandela

A saúde de Mandela vem sendo causa de preocupação há algum tempo, e sua internação na quarta levou os sul-africanos para a frente dos televisores e sites de notícias.

Essa é sua quarta internação em um período de dois anos e a segunda em menos de seis meses. Em dezembro, ele ficou 18 dias no hospitalcom o mesmo problema. Líder da luta contra o regime segregacionista do apartheid, Mandela chegou a ficar 27 anos preso, 18 deles na famosa prisão de Robben Island.

*Com Reuters e BBC

Leia tudo sobre: mandelaáfrica do sulapartheidzumainfecção pulmonar

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas