Suspeito de assassinar quatro no interior de Nova York é morto por policiais

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Kurt Myers, identificado como homem que abriu fogo contra uma barbearia e um lava-rápido, foi morto em uma troca de tiros com a polícia

Reuters

Um suspeito de assassinar quatro pessoas a tiros em cidades vizinhas no interior de Nova York foi morto por policiais nesta quinta-feira (14), informou o governador Andrew Cuomo. Kurt Myers, 64 anos, foi acusado de disparar contra uma barbearia e um lava-rápido.

Dezembro: Massacre em escola primária deixa 27 mortos nos EUA

Relembre: Atirador deixa ao menos 12 mortos na estreia do 'Batman' nos EUA

AP
Foto mostra prédio onde suspeito de assassinar quatro foi morto por policiais em Herkimer, Nova York

Biden: Vice de Obama defende uso de espingardas para autodefesa nos EUA

Segundo o governador, o suspeito foi morto em uma troca de tiros com policiais em um prédio abandonado em Herkimer, Nova York, onde ele tinha feito uma barricada na quarta-feira (13). 

"Esta manhã, os policiais entraram no prédio e, depois de serem atacados, atiraram e mataram o suspeito, Kurt Myers", disse Cuomo em comunicado. "Não houve feridos entre os agentes, apesar de um cão policial do FBI ter sido morto."

Congresso: Plano de Obama para controle de armas pode enfrentar resistência

Armas de fogo: Expectativa de vida americana é abalada por violência

Quatro pessoas foram mortas e outras duas ficaram gravemente feridas com os disparos, nas cidades vizinhas de Herkimer e Mohawk, em Nova York, às margens do rio Mohawk.

Os ataques começaram na quarta, quando Myers dirigiu até uma barbearia em Mohawk, por volta das 9h30 do horário local (10h30 horário de Brasília) e, após uma breve troca de palavras, abriu fogo com uma espingarda, segundo a polícia.

EUA: Obama anuncia pacote de US$ 500 milhões contra violência armada

Dois clientes foram mortos, e o proprietário e um outro cliente ficaram gravemente feridos, disse o superintendente da polícia de Nova York, Joseph D'Amico disse.

O atirador então dirigiu até um lava-rápido na vizinha Herkimer, e disparou novamente, segundo informou D'Amico, atingindo e matando duas pessoas.

Leia tudo sobre: nova yorkatiradormorteeua

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas