Neve causa congestionamento e paralisa voos e trens na Europa

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Aeroporto de Frankfurt foi fechado e a lentidão no tráfego bateu recordes na Bélgica, no Reino Unido e na França por causa da queda incomum de neve nesta época do ano

Reuters

Uma tempestade de neve durante a noite no noroeste da Europa provocou o fechamento do aeroporto de Frankfurt, causou congestionamento recorde na Bélgica, paralisou trens de alta velocidade e deixou motoristas britânicos e franceses dormindo em seus carros.

Fevereiro: Tempestade de neve assola Meio Oeste dos EUA e segue para Nova Inglaterra

AP
Pedestre tira foto de uma ponte, no canal St Martin em Paris, França

Mais EUA: Forte nevasca atinge 20 Estados e pode afetar 60 milhões de americanos

Pousos e decolagens no terceiro maior aeroporto da Europa foram interrompidos nesta terça-feira (12) para a limpeza das pistas. O terminal seria reaberto em seguida. Na França, um avião da Tunisair escorregou na pista ao aterrissar no aeroporto de Orly, provocando o fechamento do segundo principal aeroporto do país enquanto os passageiros eram retirados.

A associação belga para assistência em crises disse que o tamanho total das filas de veículos nas rodovias e estradas principais no horário de pico atingiu 1,67 mil quilômetros, batendo de longe o recorde anterior de 1,28 mil quilômetros, no dia 3 de fevereiro do ano passado.

Leia mais: Neve despejada por tempestade nos EUA chega a quase um metro

Janeiro: Neve suspende voos nos aeroportos de Londres e Paris

Em uma terça-feira normal, o congestionamento máximo na hora mais movimentada fica em média de 250 a 270 quilômetros. As duas principais estações de trem em Bruxelas foram fechadas.

Os serviços de alta velocidade Eurostar que ligam Londres às capitais francesa e belga, e a linha Thalys que liga Paris, Bruxelas, Amsterdã e Colônia, foram suspensos.  A autoridade de aviação civil da França cancelou 25% dos voos em Charles de Gaulle, em Paris, e 20%, em Orly. O aeroporto de Bruxelas informou longos atrasos e alguns desvios de aviões para Ostend ou Amsterdã.

Frio: Neve atinge Europa e França entra em estado de atenção

Cerca de 80 mil casas no nordeste da França estavam sem eletricidade, de acordo com a operadora da rede de energia ERDF. As mídias sociais estavam cheias de mensagens sobre a queda incomum de neve em meados de março, de até 20 centímetros, e do frio.

O ministro das Relações Exteriores belga, Didier Reynders, disse no Twitter que as negociações do Orçamento seriam adiadas devido ao clima. No sudeste da Inglaterra e norte da França, centenas de motoristas passaram a noite em seus carros.

Mais de 600 pessoas passaram a noite em edifícios públicos, abertos pelas autoridades na região costeira francesa da Normandia para eles. Fortes ventos e acúmulo de neve também causaram caos no trânsito em partes do sul da Holanda.

Leia tudo sobre: neveeuropareino unidofrançabélgicaalemanhainvernofrio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas