Chávez continuará 'iluminando o futuro da Venezuela’, diz Lula sobre morte

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ex-presidente afirmou, em nota, que recebeu com muita tristeza a notícia e que tinha ‘orgulho de ter convivido’ com o líder venezuelano

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira (5) que recebeu com muita tristeza a notícia da morte do presidente da Venezuela, Hugo Chávez. Lula afirmou, por meio de nota, que tinha “orgulho de ter convivido e trabalhado com ele pela integração da América Latina e por um mundo mais justo”. E reiterou que tem a confiança de que o exemplo de Chávez continuará “iluminando o futuro da Venezuela”.

Leia mais: ‘Morreu um grande latino-americano’, diz Dilma sobre morte de Hugo Chávez

Presidente da Venezuela: Morre aos 58 anos Hugo Chávez

AE
Em outubro de 2009, o então presidente brasileiro Lula visitou Chávez em Caracas


Galeria de fotos: Veja trajetória de Hugo Chávez em imagens

Chávez morreu nesta terça-feira às 16h25, hora local, (17h55 em Brasília) aos 58 anos, vítima de câncer. Chávez havia voltado a Caracas no dia 18, após ter sido submetido em Cuba em 11 de dezembro a uma quarta cirurgia relativa a um câncer não especificado na região pélvica, que havia sido diagnosticado em junho de 2011.

O ex-presidente Lula soube da morte de Chávez pela TV. Ele estava reunido com assessores no Instituto Lula para tratar da viagem à África, prevista para a semana que vem, quando foi avisado que o vice-presidente Nicolás Maduro faria um pronunciamento. Lula ficou triste com a notícia, mas ainda não definiu se irá à Venezuela. O ex-presidente aguarda as definições do governo daquele país para depois tomar a decisão.

Especial do iG em 2012:
Característica: 'Missões' imprimem caráter assistencial a governo Chávez
Prejuízo: Política econômica chavista mina produção e afasta investimentos
Vantagens: Programas sociais e oposição fraca garantiram popularidade de Chávez

O PT também divulgou uma nota à imprensa lamentando a morte do presidente venezuelano. O partido afirma que Chávez foi um "herói da América Latina e Caribenha". Assinada pelo presidente do PT, Rui Falcão, e dirigentes da sigla, o comunicado afirma que os aliados de Chávez podem contar com o PT para dar prosseguimento "às grandes conquistas políticas e sociais iniciadas pelo governo de Hugo Chávez".

Leia tudo sobre: venezuelachávezcâncer de chávezlulabrasil

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas