Gabinete de Jay Inslee, porém, afirma que vazamento de lixo radioativo não oferece risco imediato à saúde pública

Reuters

Seis tanques do Reservatório Nuclear Hanford, no Estado de Washington, oeste dos Estados Unidos, estão vazando lixo radioativo, mas o vazamento não tem oferecido risco imediato à saúde pública, afirmou o gabinete do governador Jay Inslee na sexta-feira.

Comissão do Japão:  Erros humanos causaram crise nuclear de Fukushima

Senador Ron Wyden (C) faz tour em Reservatório Nuclear de Hanford, Estado de Washington (19/02)
AP
Senador Ron Wyden (C) faz tour em Reservatório Nuclear de Hanford, Estado de Washington (19/02)

A porta-voz do gabinete, Lisa Harper, disse que o secretário de Energia americano, Steven Chu, havia informado o governador na sexta sobre o vazamento em seis tanques. Ela falou que o vazamento não foi contido.

De acordo com uma porta-voz de Inslee, o Departamento de Energia recebeu informações de que os vazamentos aconteciam, mas, por não analisá-las corretamente, não estava imediatamente ciente de sua importância nem notificou autoridades estaduais.

"Uma das coisas frustrantes de que soubemos é que o Departamento de Energia tinha dados de que os vazamentos aconteciam e, se os tivesse analisado adequadamente, teria dito mais cedo que havia o problema", disse a porta-voz Jamie Smith.

Ela afirmou que as autoridades estavam preocupadas com a possibilidade de os resíduos vazarem para o rio Columbia.

Segundo a Agência de Proteção Ambiental, Hanford é um local onde nove reatores nucleares foram construídos ao longo do rio Columbia como parte do Projeto Manhattan.

A produção terminou em 1989, de acordo com a agência, e começou um trabalho de limpeza de resíduos nucleares e químicos no local contaminado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.