Papa Bento 16 abençoa milhares de fiéis na praça de São Pedro

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Esta foi a primeira bênção dominical desde o anúncio de sua renúncia; milhares de fiéis de diversas partes do mundo acompanharam a tradicional oração do Ângelus

AP
Uma gaivota voa perto do Papa Bento 16 durante a bênção dominical, na Praça de São Pedro

O papa Bento 16 abençoou uma multidão de fiéis de sua janela na Praça São Pedro neste domingo (16). Esta foi a primeira bênção dominical desde o anúncio de sua renúncia. O papa foi saudado por milhares de fiéis emocionados, de diversas partes do mundo.

Na missa, o papa, que falou em várias línguas, apelou para a renovação e reorientação da Igreja Católica Apostólica Romana. A polícia fechou à circulação a Via della Conciliazione - a maior avenida de Roma, a capital italiana – que dá acesso ao Vaticano. A estimativa é que cerca de 100 mil pessoas se concentraram na praça.

O papa apelou para a renovação da Igreja Católica Apostólica Romana e a rejeição do orgulho e do egoísmo. Bento 16 pediu aos fiéis a não instrumentalizar a fé em seu próprio benefício, "dando mais importância ao êxito e aos bens materiais".

Com o sorriso largo, Bento 16 acenou para a multidão durante a tradicional oração de Ângelus. Uma enorme faixa foi estendida na praça com os dizeres "Nós te amamos". A bênção de domingo é uma das tradições mais importantes da Igreja Católica e este momento é uma das últimas oportunidades de Bento 16 para se conectar com os católicos.

Bento 16: Papa indica que ficará 'escondido do mundo' após renúncia

Entenda: Papa Bento 16 anuncia renúncia ao cargo

O papa Bento 16 pediu aos fiéis neste domingo que rezem por ele e para o próximo papa, em declarações à uma multidão maior do que o normal em sua penúltima celebração. 

"Peço-lhe que continuem a orar por mim e para o próximo papa."

Escândalos e estagnação: Saiba os desafios que aguardam o novo papa

Cardeal brasileiro: Para dom Odilo, origem do novo papa é irrelevante no conclave

AP
Praça de São Pedro ficou repleta de fiéis, neste domingo 17

O papa vai permanecer fora dos olhos do público por uma semana inteira, quando será dado o tradicional período de reflexão e oração que marca o início da quaresma.

Enquanto cardeais se reunirão para eleger o sucessor do papa no próximo mês, em um conclave na Capela Sistina, Bento 16, o primeiro pontífice a renunciar em 600 anos, estará em retiro na propriedade de verão da Santa, nas colinas de Roma.

Escolha: Vaticano diz que conclave pode começar antes de 15 de março

Ontem, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que o conclave que escolherá o sucessor do papa Bento 16 começará antes de 15 de março se houver quórum de cardeais suficiente em Roma.

Infográfico: Conheça a história do papa Bento 16

Coração: Papa Bento 16 tem marca-passo 'há algum tempo', diz Vaticano

Lombardi afirmou que as regras da Igreja definem que a data dos conclaves pode ser "interpretada" diferentemente desta vez, já que se trata de uma circunstância extraordinária, após a histórica renúncia de Bento 16.

(Com informações da AP, Agência Brasil e da Reuters)

Leia tudo sobre: papapapa bento 16renúncia do papavaticanoigreja católica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas