Corpo de modelo morta na China chega a Fortaleza

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Após 45 dias da morte de Camila Bezerra, corpo foi levado ao IML, onde passará por uma necrópsia; família não aceita tese de suicídio levantada pelas autoridades chinesas

Reprodução/Facebook
Camila Bezerra estava na China desde agosto

Agência Estado

O corpo da modelo brasileira Camila Bezerra encontrada morta na China, na madrugada de 1º de janeiro, passará nesta sexta-feira (15) por uma necropsia no Instituto Médico Legal (IML) de Fortaleza, no Ceará. Somente após este exame cadavérico é que o corpo será liberado para sepultamento.

Relembre o caso: Modelo brasileira morre na China

Ajuda: Governo do Ceará vai pagar traslado de corpo de modelo morta na China

Após uma espera de 45 dias, o corpo de Camila chegou na noite de quinta-feira (14) a Fortaleza via aeroporto internacional Pinto Martins. Familiares e amigos acompanharam a chegada do corpo, que foi imediatamente recolhido ao IML para os exames que darão ainda sustentação às investigações que as autoridades chinesas fazem sobre as causas da morte da modelo.

Camila foi encontrada morta no hall do condomínio em Cantão, província chinesa, onde morava havia seis meses. A principal suspeita das autoridades chinesas é que ela tenha cometido suicídio ao se jogar da janela do banheiro do apartamento onde morava no 13º andar.

A família não aceita essa possibilidade e suspeita que Camila tenha sido jogada após uma briga com companheiras de apartamento, uma vez que o quarto foi encontrado revirado.

Os legistas do IML de Fortaleza darão prioridade ao exame no corpo de Camila e a previsão é que o sepultamento aconteça no final de semana num cemitério da Região Metropolitana de da capital cearense.

Ajuda do Estado

O traslado de Camila Bezerra foi pago pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará ao custo superior a R$ 50 mil. A família da modelo pediu ajuda ao governo do Estado para arcar com essa despesa, alegando que não tinha condições para custear o traslado.

A demora na liberação do corpo se deveu às investigações feitas pelas autoridades chinesas e a exigência de uma série de documentos do Brasil para o recebimento do corpo, dentre eles um alvará de Justiça que foi conseguido pela mãe de Camila, Goreth Bezerra, nas vésperas do Carnaval.

Reprodução/Facebook
Amigos compartilham foto de Camila nas redes sociais na ocasião


Antes de chegar a Fortaleza o corpo de Camila passou pelo terminal do aeroporto de Milão (Itália), seguiu para o terminal do aeroporto de Lisboa (Portugal) de onde saiu na quinta, chegando ao aeroporto de Fortaleza na noite passada por volta das 22 horas.

Leia tudo sobre: brasileiros no exteriorcamila bezerramodelobrasilchina

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas