Insurgentes atacam quartel e são mortos no sul da Tailândia

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo autoridades tailandesas, 16 dos 60 militantes que invadiram base militar foram mortos no incidente; nenhum militar ficou ferido

Um ataque a um quartel na Tailândia na madrugada de quarta-feira (13) terminou com a morte de 16 insurgentes islâmicos, no mais violento incidente no sul do país em nove anos.

Após receberam uma denúncia, marinheiros dispararam sinalizadores e abriram fogo enquanto até 60 insurgentes fardados se aproximavam da sua base, por volta de 1h da madrugada (hora local), na província de Narathiwat, que faz fronteira com a Malásia, segundo Pramote Phromin, porta-voz do Comando de Operações de Segurança. Segundo ele, nenhum militar ficou ferido.

Saiba mais: Manifestantes da oposição entram em choque com a polícia na Tailândia

AP
Voluntário tailandês retira corpo de insurgente após ataque na província de Narathiwat


Em 2012: Cinco morrem e 20 ficam feridos em atentados no sul da Tailândia

"Houve ataques frequentes esse mês, então cada unidade every unit estava en alerta'', disse o capitão Somkiat Ponprayun, chefe das forças especiais da marinha. "Nessa semana, residentes no distrito de Bacho também informaram os soldados que um pequeno movimento armado aqui e ali, o que deixou todos em alerta."

A violência é comum no sul da Tailândia, mas a dimensão desse ataque e o fato de ter uma base naval como alvo ilustram a dificuldade que a Tailândia - um país budista - tem para evitar que a insurgência islâmica de baixa intensidade evolua para um conflito mais perigoso.

Violência: Atentado com bombas mata ao menos 9 no sul da Tailândia

A insurgência está em grande parte confinada às províncias de Pattani, Yala e Narathiwat, a poucas horas de carro de algumas das praias tailandesas mais frequentadas por turistas.

Mais de 5 mil pessoas foram mortas em décadas de uma campanha separatista que foi reacendida nestas províncias a partir de 2004. Os separatistas realizam ataques frequentes, geralmente usando bombas em estradas ou carros-bomba.

No domingo, cinco soldados foram mortos por supostos militantes em um ataque com explosivos em Yala, uma província nas proximidades. 

Com Reuters e BBC

Leia tudo sobre: tailândiaataqueviolênciainsurgência

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas