Pouso forçado de bimotor deixa ao menos cinco mortos na Ucrânia

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Avião ultrapassou a pista do aeroporto de Donetsk na tentativa de executar uma aterrissagem de emergência; 45 passageiros e tripulantes estavam a bordo

Pelo menos cinco pessoas morreram quando um avião com torcedores para um jogo de futebol no leste da Ucrânia ultrapassou a pista ao tentar fazer um pouso de emergência na noite de quarta-feira, disseram autoridades.

Leia também: Boeing 787 faz pouso de emergência no Japão
Compensação: Acidentes aéreos e falhas alteram tecnologia de aviação

Reuters
Equipes de resgate trabalham próximo ao avião que caiu no aeroporto em Donetsk, nesta quarta-feira

O bimotor turboélice Antonov levava 45 pessoas, entre passageiros e tripulantes, num voo fretado da cidade de Odessa, na costa do Mar Negro, para Donetsk, a maioria para assistir à partida da Liga dos Campeões entre o Shakhtar e o alemão Borussia Dortmund.

O Ministério de Emergências, citado pela agência Interfax, disse que o avião ultrapassou a pista do aeroporto de Donetsk que, segundo uma testemunha, estava tomada por uma espessa névoa no momento. A aeronave então capotou e se partiu. Além da confirmação das cinco mortes, outras 12 pessoas ficaram feridas, afirmou o ministério

Infográfico: Saiba quais são os 10 piores acidentes aéreos do mundo

O diretor da administração regional de Donetsk, Andriy Shyshatsky, disse antes da confirmação das cinco mortes, que a maioria dos passageiros havia sido salva. "Uma pessoa está visível nos destroços, mas ainda não sabemos se está viva ou não. Estamos buscando uma outra pessoa", disse Shyshatsky a jornalistas.

Uma fonte no aeroporto citada pela Interfax disse que uma aeromoça que estava na traseira do avião estava desaparecida. No início do jogo houve um minuto de silêncio em memória às vítimas.

Não havia declarações sobre por que a aeronave precisou fazer um pouso de emergência. Mas um sobrevivente, também citado pela Interfax, disse que houve um incêndio a bordo que foi controlado. As autoridades não confirmaram esse relato de imediato.

Com Reuters e AP

Leia tudo sobre: ucrâniaaviãopouso de emergência

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas