Número de casas sem energia subiu para 700 mil e serviços de meteorologia mantêm alerta

O número de casas e empresas sem energia por causa da nevasca que atinge o nordeste dos Estados Unidos aumentou para 700 mil. A neve acumulada já se aproxima de um metro. Duas pessoas em Nova York e duas no Canadá morreram por acidentes em decorrência da tempestade.

Imagens: Assista vídeo com imagens dos EUA após neve

Casal cava neve que cobriu carro em Boston neste sábado (9)
AP
Casal cava neve que cobriu carro em Boston neste sábado (9)

A nevasca se estende desde os Grandes Lagos até a costa do Atlântico e despejou mais de 90 centímetros de neve em todo o Nordeste, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia norte-americano.

Caso recente: Tempestade Sandy causa mortes e queda de energia nos EUA
Europa: Neve atinge continente  

Os meteorologistas alertam para ventos mais fortes e nevascas ainda neste sábado, especialmente perto de Boston, onde até 76 centímetros de neve eram esperados em algumas áreas, assim como em Nova York, Connecticut e Maine.

A tempestade concentrou sua fúria em Connecticut, Rhode Island e Massachusetts, com até 95 centímetros de neve em Milford, Connecticut. Na primeira morte atribuída à tempestade de neve, um homem de 70 anos foi morto quando um motorista perdeu o controle de seu carro e o acertou em Poughkeepsie, Nova York, informou a imprensa.

Uma mulher de 80 anos de idade, que limpava a calçada em Prospect, em Connecticut, morreu na sexta-feira, quando foi atingida por um motorista que fugiu do local, disse um porta-voz dos serviços de emergência do estado.

Voos

No Brasil, voos foram cancelados na sexta-feira e no sábado: três voos da companhia American Airlines e cinco da TAM. Segundo a companhia aérea, os voos foram reprogramados.

Quase 2.000 voos foram cancelados ao todo, de acordo com FlightAware, que acompanha os atrasos dos voos. Dois aeroportos internacionais em Boston e Connecticut foram fechados por causa da nevasca.

Peter Judge, porta-voz da Agência de Gerenciamento de Emergências de Massachusetts, disse que as comunidades costeiras estavam sendo evacuados de Salisbury para Hull por causa do temor com a inundação da maré alta combinada com uma tempestade.

A tempestade levou os governadores de Massachusetts, Rhode Island, Connecticut, Nova York e Maine a declararem estado de emergência.

O governador de Massachusetts, Deval Patrick, tomou a rara decisão de anunciar a proibição da maior parte de viagens de carro no início da tarde sexta-feira, enquanto o governador de Connecticut, Dannel Malloy, fechou rodovias do estado para todos os veículos, menos os de emergência.

*com AP e Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.