Neve despejada por tempestade nos EUA chega a quase um metro

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Número de casas sem energia subiu para 700 mil e serviços de meteorologia mantêm alerta

O número de casas e empresas sem energia por causa da nevasca que atinge o nordeste dos Estados Unidos aumentou para 700 mil. A neve acumulada já se aproxima de um metro. Duas pessoas em Nova York e duas no Canadá morreram por acidentes em decorrência da tempestade.

Imagens: Assista vídeo com imagens dos EUA após neve

AP
Casal cava neve que cobriu carro em Boston neste sábado (9)

A nevasca se estende desde os Grandes Lagos até a costa do Atlântico e despejou mais de 90 centímetros de neve em todo o Nordeste, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia norte-americano.

Caso recente: Tempestade Sandy causa mortes e queda de energia nos EUA
Europa: Neve atinge continente  

Os meteorologistas alertam para ventos mais fortes e nevascas ainda neste sábado, especialmente perto de Boston, onde até 76 centímetros de neve eram esperados em algumas áreas, assim como em Nova York, Connecticut e Maine.

A tempestade concentrou sua fúria em Connecticut, Rhode Island e Massachusetts, com até 95 centímetros de neve em Milford, Connecticut. Na primeira morte atribuída à tempestade de neve, um homem de 70 anos foi morto quando um motorista perdeu o controle de seu carro e o acertou em Poughkeepsie, Nova York, informou a imprensa.

Uma mulher de 80 anos de idade, que limpava a calçada em Prospect, em Connecticut, morreu na sexta-feira, quando foi atingida por um motorista que fugiu do local, disse um porta-voz dos serviços de emergência do estado.

Voos

No Brasil, voos foram cancelados na sexta-feira e no sábado: três voos da companhia American Airlines e cinco da TAM. Segundo a companhia aérea, os voos foram reprogramados.

Quase 2.000 voos foram cancelados ao todo, de acordo com FlightAware, que acompanha os atrasos dos voos. Dois aeroportos internacionais em Boston e Connecticut foram fechados por causa da nevasca.

Peter Judge, porta-voz da Agência de Gerenciamento de Emergências de Massachusetts, disse que as comunidades costeiras estavam sendo evacuados de Salisbury para Hull por causa do temor com a inundação da maré alta combinada com uma tempestade.

A tempestade levou os governadores de Massachusetts, Rhode Island, Connecticut, Nova York e Maine a declararem estado de emergência.

O governador de Massachusetts, Deval Patrick, tomou a rara decisão de anunciar a proibição da maior parte de viagens de carro no início da tarde sexta-feira, enquanto o governador de Connecticut, Dannel Malloy, fechou rodovias do estado para todos os veículos, menos os de emergência.

*com AP e Reuters

Leia tudo sobre: NEVENYcanadánevasca

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas