Lino Oviedo morre em acidente de helicóptero

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

General reformado era candidato às eleições presidenciais de abril, pelo partido da oposição

Agência Brasil
O general reformado Lino Oviedo, candidato à presidência do Paraguai, morreu neste sábado (2/2) em um acidente de helicóptero

O candidato à presidência do Paraguai Lino Oviedo, que ajudou a liderar o golpe de 1989 que derrubou o ex-ditador Alfredo Stroessner, morreu em um acidente de helicóptero neste sábado (2).

O acidente também vitimou o piloto do helicóptero e o segurança de Oviedo.

Empresário tentará levar colorados de volta ao poder no Paraguai 

As causas ainda serão investigadas, segundo o porta-voz da administração dos aeroportos do Paraguai, mas relatos preliminares dizem que o mau tempo pode ser o responsável.

Junho: Crise no Paraguai causa tensão e esvazia comércio na fronteira com o Brasil

General aposentado conhecido como uma figura pública dinâmica, Oviedo, que tinha 69 anos, iria concorrer na eleição presidencial em abril para comandar o empobrecido e politicamente instável país latino-americano.

Equipes de resgate encontraram o corpo de Oviedo neste domingo junto aos destroços de um helicóptero no norte do Paraguai, por onde ele estava viajando para um evento de campanha.

O dia 3 de fevereiro marca exatamente 24 anos do golpe que encerrou a ditadura de Stroessner.

Oviedo foi acusado de conspirar para derrubar governos na década de 1990 e foi condenado a dez anos de prisão. Ele foi perdoado antes de terminar a pena e voltou à política como líder do partido União Nacional de Cidadãos Éticos (Unace). Oviedo viveu exilado no Brasil por quatro anos.

 (Com informações da AP e Reuters)

Leia tudo sobre: paraguailino oviedoeleições

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas