Com anúncio antecipado, premiê tenta ganhar tempo para que seu partido possa alcançar a oposição nas pesquisas

Estadão Conteúdo

Agência Estado

A primeira-ministra da Austrália, Julia Gillard, anunciou hoje a realização de uma eleição geral para 14 de setembro. Ao antecipar a divulgação da data, a premiê tenta ganhar tempo para que o governista Partido Trabalhista, liderado por ela, possa alcançar a oposição de centro-direita nas pesquisas de opinião.

Leia também: Marido de premiê australiana se desculpa após piada sobre exame de próstata

Em discurso, Gillard disse que definir a data da eleição antes do esperado "permite que indivíduos, empresas e consumidores planejem o seu ano". As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.