Apesar de menor em relação a 2009, festa da posse de Obama ainda será grandiosa

Por AP | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Longa lista de artistas e celebridades fará parte das comemorações deste 21 de janeiro, do juramento diante do Capitólio ao baile de gala para cerca de 40 mil convidados

AP

AP

A segunda cerimônia de posse do presidente Barack Obama será uma comemoração menor do que a primeira, mas ainda assim marcará o seu papel na história americana com bastante glamour.

Uma longa lista de artistas e celebridades fará parte das comemorações deste 21 de janeiro, desde o juramento pronunciado por Obama diante do Capitólio ao baile de gala no Centro de Convenções de Washington para cerca de 40 mil convidados.

No domingo: Obama toma posse oficial para segundo mandato em cerimônia na Casa Branca

Apresentações: Posse de Obama contará com artistas e celebridades

AP
Barack Obama (E) assume presidência dos EUA ao lado de sua mulher, Michelle, e de suas filhas, Sasha (D) e Malia (20/01/2009)

Playlist: Obama divulga em plataforma digital trilha sonora da posse

Infográfico: Relembre os primeiros quatro anos de Obama no poder

A primeira família liderará um desfile de bandas, carros alegóricos e pessoas, incluindo dançarinos fantasiados, cavaleiros e unidades militares, pela Avenida Pensilvânia. O presidente dançará com a primeira-dama, cujo vestido será a afirmação de moda mais esperada do segundo mandato de Obama.

Espera-se que entre 600 mil e 800 mil participem da cerimônia de posse perante o Capitólio, número bem menor do que os 1,8 milhões de participantes que compareceram ao National Mall há quatro anos para ver a carimônia, a primeira de um presidente negro. O clima dessa 57ª cerimônia será moderado pela fragilidade da economia, a alta no desemprego, o massacre na escola primária de Connecticut e a longa guerra no Afeganistão, que ainda deve exigir a presença de forças de combate dos EUA por um longo tempo.

No entanto, a situação recente têm mostrado que o entusiasmo inaugural permanece elevado.

Uma oferta limitada de ingressos de US$ 60 para o baile inaugural disponíveis para o público geral esgotou rapidamente, e os organizadores da cerimônia tentaram acabar com os cambistas que surgiram online. Há uma impressionante lista de celebridades como Beyoncé, Katy Perry e Usher, que deverão se apresentar no evento.

Mercado negro: Ingressos para posse de Obama chegam a US$ 2 mil na internet

Outro fator que pode aumentar a taxa de participação é o clima excepcionalmente quente em Washington. Previsões iniciais indicaram que Obama fará seu juramento de posse com a temperatura entre 5º a 10º C, com quase nenhuma possibilidade de chuva.

AP
O presidente dos EUA, Barack Obama, comemora vitória eleitoral em Chicago (07/11/2012)

Steve Kerrigan, presidente e CEO do Comitê da Posse Presidencial, disse que o fato de a festa ser menor não quer dizer que seja menos significativa. O discurso de Obama lhe concederá um momento para capturar a atenção do mundo de uma maneira única, mesmo para um presidente.

A cerimônia de posse deverá transformar Washington, fechando as ruas do centro e alterando a vida cotidiana da cidade. Estandes estão sendo montados ao longo da Avenida Pensilvânia para o desfile que irá do Capitólio até a Casa Branca. Os postes de rua serão retirados e colocados de volta em seus lugares no final do dia.

Vitória em novembro: Em votação acirrada, Obama conquista reeleição

É preciso muita gente para fazer com que isso aconteça.

Cerca de 550 pessoas trabalham para o Comitê da Posse Presidencial, enquanto 1,3 mil membros das Forças Armadas participarão para executar funções de apoio às autoridades de segurança, incluindo a polícia de múltiplas agências e o Serviço Secreto. O custo é alto: dezenas de milhões de dólares em doações foram arrecadados para pagar pelo desfile e pelas festas, mais de US$ 1 milhão foi liberado pelo Congresso para a cerimônia, e os custos de segurança são mantidos em segredo, mas também pagos pelos contribuintes.

O tema inaugural de Obama, "Nosso povo. Nosso Futuro", buscará refletir a força dos americanos, sua capacidade de superar desafios e a diversidade do país. Diversidade tem sido o foco de muitos dos participantes ao longo das festividades, com artistas que são uma amostra da demografia do país e participantes de todos os 50 Estados no desfile.

Discurso: Reeleito presidente dos EUA, Obama diz que 'o melhor está por vir'

Getty Images
Obama dança com Michelle durante o Baile da Posse em 20 de janeiro de 2009

Saiba mais: Obama teve forte apoio de minorias e mulheres para conquistar reeleição

'Otimizador': Para ser reeleito, Obama cruzou dados de eleitores com a audiência da TV

A primeira-dama Michelle Obama e a esposa do vice-presidente Joe Biden, Jill, participarão de um concerto para crianças americanas, como fizeram quatro anos atrás. Jovens artistas populares se apresentarão, e os ingressos estão sendo distribuídos para alunos de Washington, entre outros. O concerto fará uma homenagem especial para as famílias de militares, como parte do foco das duas mulheres no apoio ao seu serviço e sacrifício.

Ao meio-dia do domingo, 20 de janeiro, o dia em que a Constituição exige que o novo prazo do mandato comece, Obama realizou seu juramento oficial na Sala Azul da Casa Branca com alguma cobertura por parte da mídia, enquanto Biden fez um juramento oficial no Observatório Naval. A cerimônia pública será realizada nesta segunda, pois cerimônias de posse, historicamente, nunca foram realizadas aos domingos.

Por Nedra Pickler

Leia tudo sobre: obamaeuaposse obamacapitólio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas