Obama diz que seu vice apresentou formas de reduzir violência armada

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Presidente dos Estados Unidos afirmou que conjunto de propostas de Joe Biden são 'de bom senso' e reforçou que acredita em um maior controle sobre o uso de armas no país

Reuters

Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira (14) que seu vice-presidente, Joe Biden, desenvolveu uma lista de medidas sensíveis e de bom senso para reduzir a violência armada no país e que ele irá levá-las em consideração.

Leia: Cai número de compradores de armas em Estados com ataques a tiros nos EUA 

Reuters
Obama discursa em auditório da Newtown High School para familiares das vítimas de massacre (17/12)

Obama disse em entrevista coletiva que uma checagem mais eficaz do histórico de compradores de armas, um maior controle sobre cartuchos com alta capacidade para munição e uma proibição de armas de assalto são propostas que ele acredita fazer sentido.

Saiba mais: Leis imperfeitas refletem dificuldade no controle de armas de fogo nos EUA 

Obama apresentará algumas propostas para reduzir a violência com armas como resultado do massacre no mês passado em uma escola em Newtown, Connecticut, no qual 20 crianças e seis adultos foram assassinados.

Treinamento: Professores de Utah são treinados a usar arma após massacre em Newtown 

Ele disse que espera analisar as propostas de Biden e então ter uma "apresentação mais completa" de propostas para combater a violência armada ainda nesta semana.

Reação: Obama pede 'propostas concretas' sobre controle de armas até janeiro 

Obama afirmou ainda que os membros do Congresso terão de examinar sua própria consciência no momento de votar as propostas.

Leia tudo sobre: obamabidencontrole de armasatiradorestados unidos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas