Religiosos afirmaram em Havana que 'poderiam fazer algo' pelo líder da Venezuela, se assim desejasse

BBC

O pai de santo cubano Lázaro Cuesta diz que espera que o líder venezuelano peça ajuda
BBC
O pai de santo cubano Lázaro Cuesta diz que espera que o líder venezuelano peça ajuda

Um grupo de pais de santo cubanos ofereceu ajuda ao presidente venezuelano, Hugo Chávez, que está internado em Cuba com câncer.

O pai de santo Lázaro Cuesta disse em uma entrevista coletiva em Havana que poderia fazer algo pelo líder venezuelano se ele desejar.

"Se o irmão Chávez considera necessitar a ajuda dos sacerdotes religiosos de Cuba, caso bata à porta de qualquer casa, espero que receba ajuda", disse Cuesta.

"Espero que ele decida bater à porta de algum religioso cubano, e (que) Deus permita que este faça algo por ele como cidadão, como uma pessoa em sociedade, como ser humano, não como presidente de um país que representa, e muito menos politicamente pelo que possa representar no mundo."

Reação:  Oposição venezuelana diz querer 'toda a verdade' sobre saúde de Chávez

Acompanhado de outros pais de santo, Cuesta apresentou suas expectativas para o ano de 2013, mas não fez nenhuma previsão sobre a saúde de Hugo Chávez.

Estado de saúde
Enquanto isso, na Venezuela, a oposição fez um apelo para que o governo do país revele "toda a verdade" sobre a saúde do presidente , que não é visto em público desde uma cirurgia em Cuba há três semanas.

Chávez deve ser empossado em um novo mandato no próximo dia dez, mas não está claro se seu estado de saúde permitirá que compareça à cerimônia .

O vice-presidente, Nicolás Maduro, disse que Chávez enfrenta uma "situação complexa" .

"Às vezes, ele tem uma pequena melhora, às vezes, o seu estado não muda", disse ele ao canal estatal venezuelano Telesul.

Tristeza:  Piora de estado de saúde de Chávez cancela festa de Ano Novo em Caracas

Na segunda-feira, Maduro disse que Chávez havia tido "novas complicações" em virtude de uma infecção respiratória que desenvolveu após uma cirurgia.

Mas o genro de Chávez, o ministro da Ciência e Tecnologia, Jorge Arreaza, disse na quarta-feira no Twitter que a saúde do presidente continua estável, ainda que delicada .

O presidente venezuelano já se submeteu a quatro intervenções cirúrgicas após a retirada de um tumor do tamanho de uma bola de beisebol da região abdominal em junho de 2011.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.