Campanha pela legalização da maconha nos EUA elabora estratégia

Ativistas focam em eleições de 2014 e 2016 em estados que já permitem uso medicinal da droga, como Califórnia e Oregon

Reuters |

Reuters

AP
Homem fuma maconha perto de Space Needle, em Seattle, para marcar legalização da erva no Estado de Washington

Após a legalização da maconha ter atingido o ponto alto em 2012 com vitórias nos estados norte-americanos de Washington e Colorado , a campanha elabora estratégia para as próximas batalhas.

O foco recai sobre possíveis medidas eleitorais em 2014 ou em 2016 em estados como a Califórnia e o Oregon, entre os primeiros no país a permitir a maconha para uso médico . Apesar de esses Estados terem rejeitado recentemente uma ampla legalização, grupos favoráveis à reforma do marco legal das drogas permanecem implacáveis.

"A legalização está mais ou menos repetindo a história da maconha medicinal", disse Ethan Nadelmann, diretor-executivo da Drug Policy Alliance. "Se você quer saber quais estados têm mais probabilidade de legalizar a maconha, olhe para os que primeiro legalizaram a maconha medicinal".

Leia também:
Washington e Colorado legalizam uso recreativo da maconha
Festa marca legalização de uso recreativo da maconha no Estado de Washington
Com Uruguai, América do Sul vê caminho para legalização da maconha
Maconha merece ‘mais respeito’, diz presidente do Uruguai
Deputados britânicos querem debater descriminalização das drogas

O braço político da Alliance gastou mais de 1,6 milhão de dólares no financiamento da campanha no estado de Washington.

O Colorado e o estado de Washington permitem posse pessoal da droga para as pessoas com 21 anos ou mais. Esse mesmo grupo de idade poderá comprar a droga em lojas de maconha especiais sob as regras a serem estabelecidas no próximo ano.

Nenhum outro estado dos EUA legalizaram a maconha, droga ilícita mais usada da América, para uso recreativo. A droga é ilegal sob a lei federal. Connecticut e Massachusetts também aprovaram a maconha medicinal em 2012.

    Leia tudo sobre: maconhaeuawashingtoncoloradocampanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG