Líder norte-coreano teve ataque de ira antes de morrer, diz jornal

Segundo publicação sul-coreana, pouco antes de morrer, Kim Jong-il ficou nervoso ao saber dos problemas na construção de uma estação de geração de energia

AFP |

AFP

O ex-líder norte-coreano Kim Jong-il teve um ataque de ira ao constatar os enormes problemas na construção de uma estação de geração de energia pouco antes de morrer de um ataque cardíaco um ano atrás, informou nesta terça-feira um jornal da Coreia do Sul.

Aniversário da morte:  Coreia do Norte marca um ano da morte de Kim Jong-il

AP
Kim Jong-il acena para soldados durante desfile militar em Pyongyang (10/10/2010)


Leia também: Coreia do Norte celebra sucesso em lançamento de foguete

Kim morreu em 17 de dezembro de 2011 a bordo de um trem devido a um problema cardíaco, mas as causas exatas do que aconteceu com o líder norte-coreano ainda são um mistério.De acordo com o jornal conservador sul-coreano, Chosun Ilbo , o súbito ataque cardíaco sofrido por Kim pode estar relacionado com a indignação que sentiu pouco tempo antes.

Kim teria reagido com raiva e violência ao ser informado de um vazamento em uma usina hidroelétrica em Huichon, a cerca de 120 km ao norte da capital, Pyongyang, disse o jornal.

"Kim Jong-il morreu repentinamente quando tentava desesperadamente chegar ao local para a inspeção (da central)", disse o o jornal, que cita uma fonte não identificada.

Esta central foi considerada por Kim uma obra vital para tratar os problemas contínuos com a falta de energia elétrica na capital.

O jornal assegura que Kim visitou o local oito vezes desde 2009, mas a barragem de 100 metros de altura tinha rachaduras que permitiam o vazamento de água, embora esses problemas tenham sido resolvido posteriormente. Após sua morte, o líder norte-coreano foi substituído por seu filho Kim Jong-un .

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG