De acordo com Nicolás Maduro, presidente recebe informações sobre o que acontece na Venezuela enquanto se recupera de complexa cirurgia contra câncer

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez , está consciente e recebe informações sobre o que acontece na Venezuela, disse nesta quinta-feira o vice-presidente do país no mais recente boletim sobre a saúde do líder, que se recupera em Cuba de uma complexa cirurgia para combater um câncer que o afeta há um ano e meio . "Ele está bem e consciente", afirmou.

Controvérsia:  Data de posse de Chávez coloca governo e oposição em conflito

Partidários do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, sentam-se na Praça Simon Bolívar, em Caracas
AFP
Partidários do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, sentam-se na Praça Simon Bolívar, em Caracas

Complicação: Chávez tem infecção respiratória e faz 'repouso absoluto', diz governo

Nicolás Maduro , também chanceler do país, afirmou que Chávez luta por sua vida e continua num processo progressivo de estabilização, após ter sofrido uma hemorragia e uma infecção respiratória depois da intervenção cirúrgica. De acordo com Maduro, a infecção pulmonar está "sob controle".

"A condição geral de saúde do comandante presidente durante o pós-operatório continua em processo progressivo de estabilização, e a infecção respiratória diagnosticada segue sendo tratada e controlada pela equipe médica mediante rigorosa e constante metodologia", disse Maduro durante ato oficial no Estado de Guárico.

Vitória: Aliados de Chávez dominam eleições estaduais na Venezuela

Maduro: Potencial sucessor de Chávez pode atenuar polarização na Venezuela

O presidente, de 58 anos, foi reeleito nas eleições de outubro para comandar a Venezuela até 2019 e está previsto que tenha uma cerimônia de posse em 10 de janeiro. Com um processo de recuperação complicado, o presidente da Assembleia Nacional venezuelana, Diosdado Cabello, sugeriu o adiamento da cerimônia, desatando uma polêmica com a oposição .

Chávez mantém "repouso absoluto, acompanhado por seus familiares mais próximos, que lhe informam constantemente sobre a situação na Venezuela e a ação do governo bolivariano", destacou o vice-presidente.

*Com Reuters e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.