Cerberus venderá fabricante de armas Freedom após massacre em escola

Após pressão de investidor, empresa venderá fabricante de rifle usado por Adam Lanza para matar 20 crianças e seis adultos na sexta-feira

Reuters | - Atualizada às

Reuters

Após a pressão de um importante investidor, a empresa de private equity Cerberus Capital Management venderá a fabricante de armas Freedom Group, cujo rifle Bushmaster AR-15 foi utilizado no massacre em uma escola em Connecticut na semana passada.

Palco do ataque: Estudantes de Newtown voltam às aulas após massacre

AFP
Pessoas chegam para enterro de Jessica Rekos, de 6 anos, em igreja de Newtown, Connecticut

Após massacre em escola: Obama discute formas de restringir armas nos EUA

O fundo de aposentadoria California State Teachers' Retirement System (CalSTRS) disse nesta segunda-feira que avalia seu investimento com a Cerberus à luz do massacre de sexta-feira, em que um atirador matou 20 crianças e seis adultos na Escola Elementar de Sandy Hook e depois tirou sua própria vida.

Fotos:  Veja fotos das vítimas do massacre em escola primária nos EUA

Antes de ir à escola, o atirador, Adam Lanza , 20, matou sua mãe na casa em que viviam juntos, de acordo com autoridades policiais.

Além do Cerberus, algumas varejistas de armamentos também tomaram medidas após o ataque.

A Dick's Sporting Goods retirou todas as armas de sua loja mais próxima ao local do massacre em Newtown, Connecticut, e suspendeu a venda de certos tipos de rifles semiautomáticos de seus estabelecimentos em todo o país.

O Wal-Mart retirou do ar um site informativo sobre rifles semiautomáticos Bushmaster, mas a Cabela continuou a vender rifles Bushmaster AR-15 em seu website.

O CalSTRS, o segundo maior fundo de pensão nos EUA, havia investido US$ 751,4 milhões com o Cerberus até o final de março de 2012, de acordo com seu website. O Cerberus disse nesta terça-feira que contratará um consultor financeiro para vender seus investimentos no Freedom e repassar o que for captado a investidores.

A Cerberus comprou a fabricante de armas Bushmaster em 2006 e depois realizou uma fusão com outras empresas do setor para criar o Freedom Group, que teve vendas líquidas de US$ 677 milhões nos nove meses encerrados em setembro, alta frente aos US$ 565 milhões registrados um ano antes.

    Leia tudo sobre: euaconnecticutataque em newtownporte de armascerberus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG