Chávez viaja a Cuba para nova cirurgia após volta do câncer

Presidente chega a Havana após longa jornada de manifestações públicas em seu apoio; pela primeira vez, Chávez nomeou um eventual sucessor

iG São Paulo | - Atualizada às

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, chegou nesta segunda-feira a Cuba, onde será operado após sofrer uma recaída do câncer , o que pode obrigá-lo a deixar o poder logo após ter sido reeleito para mais seis anos de mandato .

Ao desembarcar no aeroporto internacional de Havana, Chávez foi recebido pelo presidente de Cuba,  Raúl Castro, e pelo chanceler cubano, Bruno Rodríguez, segundo a agência Prensa Latina. A saúde de Chávez é de grande interesse em Cuba, que tem a Venezuela como principal sócio político e econômico, e peça-chave nas reformas adotadas por Raúl para tornar eficiente o esgotado modelo econômico centralizado da ilha.

A partida do presidente no aeroporto de Caracas, noticiada pela emissora de TV Telesur em seu site na internet, ocorreu após uma longa jornada de manifestações públicas em apoio a Chávez, que pela primeira vez nomeou um eventual sucessor: o vice-presidente Nicolás Maduro .

Perspectiva:  Venezuelanos preparam 'chavismo sem Chávez'

Leia mais:  Chávez anuncia nova cirurgia contra câncer e vice como potencial sucessor

AP
Foto divulgada por Palácio de Miraflores mostra presidente da Venezuela, Hugo Cháve, mandando beijo antes de embarcar em direção a Havana

Junho de 2011: Na TV, Chávez afirma que passou por cirurgia para retirar tumor

Fevereiro de 2012: Chávez diz que fará cirurgia após encontrar nova 'lesão'

No domingo, a Assembleia Nacional autorizou por unanimidade a saída de Chávez do país para ser submetido, em Havana, a uma nova cirurgia, que o próprio presidente classificou como arriscada.

Assessores disseram que o líder socialista estava otimista ao viajar para Cuba. "Acabei de dar um abraço sincero no comandante Chávez no ( aeroporto ) Maiquetia", disse seu ex-vice-presidente Elias Jaua. "Disse a ele 'vá e volte'", acrescentou Jaua no Twitter. "Ele disse: 'É claro que eu volto, Elias'."

Na noite de sábado, o presidente anunciou na televisão que o câncer voltou depois de duas operações prévias e tratamento de quimioteria e radioterapia . "Há riscos. Quem pode negá-los?", disse. "Em quaisquer circunstâncias, devemos garantir o avanço da Revolução Bolivariana.”

O presidente de 58 anos, que voltou de Havana na sexta-feira , disse que exames mostraram o retorno de “algumas células malignas” na mesma área em que os tumores já tinham sido removidos previamente.

Infográfico: Saiba os nomes cotados para suceder a Chávez na Venezuela

Cronologia: Chávez e sua luta contra o câncer

O curto retorno de Chávez à Venezuela parece ter tido o objetivo de mandar uma diretriz clara para seu núcleo político de que escolheu seu sucessor. Ele conclamou seus aliados a se unir.

De acordo com a Constituição venezuelana, se um presidente eleito morrer antes de assumir o cargo, novas eleições devem ocorrer no prazo de 30 dias e, nesse meio tempo, o presidente da Assembleia Nacional deve ficar a cargo do governo.

Estava previsto que Chávez assumisse seu novo mandato de seis anos em 10 de janeiro. Essa será a terceira operação para remover tecidos cancerígenos em menos de um ano e meio.

Perfil: Conheça Nicolás Maduro, ex-motorista de ônibus que pode suceder a Chávez

Saiba mais: Veja o especial do iG sobre Venezuela

Em 10 de junho de 2011, Chávez se submeteu em Cuba a uma cirurgia de emergência para retirar um abscesso pélvico. Durante o procedimento, foi descoberto um câncer não especificado que o forçou a se submeter a uma segunda operação. Em 30 de junho do mesmo ano, ele veio a público para admitir que tinha um tumor, que, apesar de tratamento quimioterápico, voltou neste ano. Para combater a recaída, Chávez passou por sessões de radioterapia.

Chávez disse que exames feitos imediatamente depois de sua reeleição mostraram nenhum sinal de câncer. Mas ele afirmou que sentia dores, que pensou serem consequência do "esforço da campanha e do tratamente radioterápico". "É uma área muito sensível, então começamos a prestar bastante atenção nela", disse, acrescentando que por esse motivo reduziu suas aparições públicas.

AP
Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anuncia no sábado o retorno do câncer e a nova cirurgia (8/12)

O líder venezuelano fez sua mais recente viagem a Cuba na noite de 27 de novembro, dizendo que receberia tratamento de oxigenação hiperbárica, tratamento regularmente usado para ajudar a recuperar tecidos danificados pela radioterapia. Enquanto estava em Cuba, exames detectaram a reincidência do câncer.

Economia

Os títulos globais venezuelanos, entre os mais negociados dos mercados emergentes, subiram nesta segunda-feira. Elas haviam recuado na sexta-feira, horas depois do retorno surpresa de Chávez de Cuba, onde estava recebendo tratamento médico.

Na segunda-feira, o título venezuelano denominado em dólar com vencimento em 2027 subiu 1,4% no preço, colocando-o a caminho de seu mais forte rali desde quinta-feira.

O título denominado em dólar com vencimento em 2022 teve um aumento de 1,7% no preço, colocando-o a caminho de seu rali mais forte desde 27 de novembro.

Com Reuters e AP

    Leia tudo sobre: chávezmadurovenezuelacâncer de chávezcuba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG