Neve na Rússia isola motoristas em congestionamento que já dura dias

Russos estão presos há mais de dois dias em rodovia e dizem que estão ficando sem gasolina para poder manter o carro aquecido; temperaturas estão em torno de 6º C negativos

Reuters |

Reuters

Milhares de caminhões e carros estão presos, alguns por mais de dois dias, num engarrafamento de dúzias de quilômetros causado por uma forte nevasca no noroeste de Moscou, reportou a mídia russa neste domingo.

TV iG:  Europa se prepara para enfrentar inverno rigoroso

Rússia:  Moscou enfrenta maior tempestade de neve dos últimos 50 anos

Alexander Demianchuk/Reuters
Russos correm em meio à nevasca que atinge São Petesburgo; temperaturas caíram a 6º C negativos

A polícia na região de Tver afirmou que suprimentos estavam chegando na rodovia, mas muitos motoristas diziam que estavam ficando sem gasolina para manter seus motores ligados e os aquecendo em temperaturas abaixo de zero. Os têrmometros estavam marcando mais de 6º C negativos.

"Os motoristas estão se ajudando e é isso, os problemas estão do lado das autoridades, não há caminhões-tanque de gasolina, água, nada, nós estamos apenas presos aqui", relatou um caminhoneiro que se identificou como Sergei ao canal de televisão Rossiya 24.

Outro homem afirmou à emissora estatal que ele havia avançado 1 quilômetro nas últimas 24 horas. Relatos colocavam o tamanho do engarrafamento entre 40 e 200 quilômetros em diferentes momentos deste domingo.

"O alcance do engarrafamento atualmente não é maior que 55 quilômetros e está diminuindo gradualmente", afirmou um policial neste domingo, segundo a agência de notícias Interfax.

A rodovia M-10 liga Moscou à segunda maior cidade da Rússia, St. Petersburg, a cerca de 700 quilômetros ao noroeste da capital, e então dirige-se à fronteira com a Finlândia.

A infraestrutura da Rússia mostra problemas desde a era soviética, quando os gastos do setor de Defesa eram maiores do que os investimentos em rodovias, habitação, saúde e outras necessidades de infraestrutura.

Com Reuters

    Leia tudo sobre: rússianevascacongestionamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG