Explosões deixam ao menos 39 mortos no Iraque

Ataques a bomba acontecem em Hillah e Karbala, cidades de maioria muçulmana xiita no sul do país

iG São Paulo |

Explosões de bombas em duas cidades com maioria muçulmana xiita no sul do Iraque deixaram ao menos 39 mortos e mais de 100 feridos nesta quinta-feira, afirmaram autoridades.

O mais mortal dos ataques aconteceu na cidade de Hillah, onde explosões em um movimentado centro comercial deixaram ao menos 27 mortos. Os insurgentes detonaram uma bomba e, depois, um carro com explosivos, no momento em que equipes de resgate prestavam assistência às vítimas do primeiro atentado.

Vídeo:  'Romeu e Julieta' do Iraque desafiam violência sectária

Reuters
Homem observa local de explosão em Kerbala, no Iraque

Entre os mortos estão xiitas que participavam de uma celebração que marcava o 17º século da morte de Hussein, neto do profeta Maomé. Destroços de veículos queimados eram vistos pelas ruas.

Leia também:  Vice-presidente iraquiano sunita é condenado à morte

Horas depois, um carro-bomba foi detonado na cidade de Karbala, deixando seis mortos e 20 feridos. A explosão aconteceu a menos de um quilômetro do santuário de Hussein.

A violência no Iraque tem diminuído desde um sangrento período entre 2006 e 2007, mas ataques vêm acontecendo com frequência desde a retirada americana , no ano passado. Há temores de uma escalada de violência sectária.

Na terça-feira, carros-bombas foram detonados em um ataque que tinha como alvo xiitas que participavam de um velório. O atentado, realizado em, Bagdá, deixou 14 mortos.

Com AP e Reuters

    Leia tudo sobre: iraquexiitassunitasmuçulmanos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG