Índia executa único detido por atentados de Mumbai

Mohammed Ajmal Kasab é enforcado por ataques terroristas que deixaram 166 mortos na cidade indiana em 2008

iG São Paulo |

O único detido pelos atentados de Mumbai em 2008, o paquistanês Mohammed Ajmal Kasab, foi enforcado nesta quarta-feira em uma penitenciária indiana. Kasab foi condenado à morte em 2010 pelo atentado que deixou 166 mortos.

Leia também:  Índia confirma pena de morte para autor dos atentados de Mumbai

AP
Ativistas do partido Bharatiya Janata (BJP) se preparam para queimar foto de Mohammed Ajmal Kasab durante comemoração por sua execução em Mumbai

Kasab foi executado por volta das 7h30 no horário local (0h de Brasília) na penitenciária Yerwada de Pune, no estado de Maharashtra. Um pedido de clemência foi rejeitado pelo presidente Pranab Mukherjee.

Leia também: Alvo de ataque em Mumbai, hotel é reaberto após reforma

A clemência do presidente era a última opção de Kasab, que foi condenado por um tribunal especial antiterrorismo em 2010, numa sentença que foi ratificada um ano depois pela Suprema Corte de Mumbai. Em agosto de 2008, a Suprema Corte da Índia rejeitou um recurso e confirmou a sentença.

O comando terrorista que cometeu os atentados de Mumbai era formado por dez cidadãos do Paquistão, dos quais nove foram mortos pelas forças de segurança.

Os terroristas chegaram por via marítima à Índia e atacaram vários pontos emblemáticos de Mumbai, como a estação Victoria, um famoso restaurante, um centro judaico e dois hotéis de luxo da capital financeira do país.

Com AFP

    Leia tudo sobre: índiamumbai

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG