Israel adia ação terrestre para dar tempo à diplomacia; foguete atinge Jerusalém

Há informações de que Israel esperará até quinta por um acordo de cessar-fogo; essa é a 2ª vez que projétil atinge cidade sagrada sem deixar vítimas nos sete dias de conflito

iG São Paulo | - Atualizada às

No sétimo dia de uma ofensiva aérea contra a Faixa de Gaza, Israel decidiu adiar uma operação terrestre na Faixa de Gaza para dar uma oportunidade à tentativa da diplomacia egípcia de obter uma trégua entre o Hamas e o Estado hebreu.

Diplomacia:  Obama envia Hillary ao Oriente Médio para conter crise em Gaza

AP
Parentes choram em Ramallah por morte de palestina que se feriu há três dias em protestos contra operações de Israel em Gaza (20/11)

Líder do Hamas: Cabe a Israel iniciar cessar-fogo de conflito

"Tomamos a decisão de suspender provisoriamente qualquer projeto de ofensiva terrestre para dar todas as oportunidadesáde êxito aos esforços diplomáticos", disse uma fonte israelense após a reunião da noite de segunda-feira do gabinete de segurança restrito do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. "Abordaram o estado dos esforços diplomáticos e da operação militar", completou a fonte, que pediu anonimato.

Há informações de que Israel esperará até quinta-feira por um acordo. Segundo a imprensa israelense, o país deseja observar uma trégua de 24 a 48 horas para que as partes possam elaborar um cessar-fogo duradouro. Israel poderia ainda aliviar o bloqueio da Faixa de Gaza.

Sob fogo: Brasileiros poderão ser retirados da Faixa de Gaza

Líderes israelenses analisam os benefícios e riscos de enviar tanques e soldados ao território palestino dois meses antes da eleição israelense, e indicaram preferir uma saída diplomática apoiada pelas potências mundiais, incluindo os EUA, a União Europeia e a Rússia.

O anúncio foi feito pouco antes de um foguete palestino chegar aos arredores de Jerusalém, atingindo uma área aberta em um dos lançamentos de mais longo alcance feitos da Faixa de Gaza em quase uma semana de conflito.

Netanyahu: Israel está preparado para expandir operação em Gaza

AFP
Soldado israelense retira menina de local atingido por foguete lançado por militantes palestinos contra a cidade de Beer Sheva (20/11)

O ataque, o segundo tendo como alvo a cidade sagrada desde o início dos confrontos, fez sineres de alerta serem disparadas em todo o município. Os residentes locais correram para buscar abrigo enquanto ônibus e trens pararam para deixar os passageiros saírem.

Longo alcance: Pela primeira vez, foguete disparado de Gaza atinge Jerusalém

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, decidiu enviar a secretária de Estado Hillary Clinton , que estava em Phnom Penh, a Israel, Egito e Ramallah, em uma iniciativa para tentar conter a escalada da crise.

Na segunda-feira à noite, a embaixadora americana na ONU, Susan Rice, anunciou que Washington não aprovará um texto do Conselho de Segurança que prejudique, na visão do país, os esforços para um cessar-fogo em Gaza. A Rússia acusou os EUA de uma tentativa de obstruir a iniciativa.

A viagem de Hillary marca o envolvimento mais forte de Obama em um conflito que matou mais de cem palestinos e três israelenses , com centenas de feridos. Apesar de os EUA terem apoiado o direito de defesa de Israel, o governo Obama alertou seu aliado contra engajar-se em uma invasão terrestre que aumentaria ainda mais a violência.

Na Tailândia: Obama defende direito de defesa de Israel, mas alerta contra invasão terrestre

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que está no Cairo , pediu a todas as partes no conflito de Gaza a interrupção imediata da violência, que, segundo ele, ameaça toda a região.

A violência se intensificou no dia 14, após a morte do comandante militar do Hamas, Ahmed Jabari , em um ataque aéreo israelense. Israel afirma que a morte de Jabari e o bombardeio a Gaza são respostas aos disparos de foguetes por militantes palestinos contra seu território.

    Leia tudo sobre: israelhamasataquesagazaoriente médiofaixa de gaza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG