Em giro pela Ásia, secretária de Estado americana disse também que está "fora da política" e que não irá disputar as prévias do Partido Democrata

Em meio a negociações sobre a crise orçamentária dos Estados Unidos, a secretária de Estado americana, Hillary Clinton , afirmou neste sábado que um acordo para reduzir o déficit da economia é crítico para manter a segurança nacional do país.

"Atingir um acordo significativo será importante para proteger a liderança dos Estados Unidos ao redor do mundo e para reforçar a nossa segurança nacional", disse Hillary.

Secretária de Estado americana, Hillary Clinton, durante o giro por países asiáticos
AP
Secretária de Estado americana, Hillary Clinton, durante o giro por países asiáticos

As declarações foram realizadas durante uma reunião em Cingapura, como parte do giro de Hillary Clinton por países da Ásia e pela Austrália. A secretária de Estado americana também alertou que o acordo orçamentário será importante para que os Estados Unidos continuem impulsionando outros países a crescerem.

Hillary afirmou que quando esteve no continente asiático no ano passado, no auge do debate sobre o teto do endividamento dos EUA, líderes de toda a região lhe perguntaram se o Congresso norte-americano iria de fato permitir que o país se tornasse insolvente por causa de sua dívida. "Vamos ser claros", afirmou ela. "A confiança plena e o crédito dos Estados Unidos não deveriam nunca ser postos em questão."

Hillary declarou que agora está "fora da política". Ela diz que vai deixar o cargo de secretária de Estado no ano que vem e descarta a possibilidade de disputar a nomeação democrata para a presidência dos EUA em 2016.

Leia também: Hillary deve deixar Departamento de Estado como 'superstar'

Após a passagem por Cingapura, Hillary Clinton deve se juntar ao presidente Barack Obama na visita histórica à Mianmar , considerado um dos países mais fechados do mundo até recentes medidas de abertura. Tailândia e Camboja também estarão na pauta.

Com Reuters e AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.