Relatório aponta que governo iraniano poderá dobrar para quase 1,4 mil o número de centrífugas em operação

O Irã está preparado para expandir de maneira aguda seu enriquecimento de urânio em um local subterrâneo depois de instalar todas as centrífugas que foram construídas para isso, mostrou um relatório da agência nuclear da ONU nesta sexta-feira.

A República Islâmica colocou quase 2,8 mil centrífugas na instalação de enriquecimento Fordow, enterrada dentro de uma montanha, e em breve poderá dobrar o número de centrífugas em operação para quase 1,4 mil, de acordo com o relatório confidencial da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), obtido pela Reuters.

A revelação deve causar mais advertência por parte do Ocidente sobre as ambições nucleares de Teerã, que alega que seu programa tem fins pacíficos.

Leia também:  Irã revela novo sistema de míssil durante exercícios militares

Preisdente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, visita usina de Natanz (foto de arquivo)
AP
Preisdente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, visita usina de Natanz (foto de arquivo)

A notícia é divulgada no momentyo em que o Irã realiza os maiores exercícios militares de sua história. Na terça-feira, o país Irevelou novos sistemas de míssil e artilharia que seriam um impulso significativo para a defesa militar do Irã, disse Farzad Esmaili, chefe do quartel-general de defesa aérea do Irã.

"O sistema de mísseis de baixa altitude ‘Ya Zahra 3' é totalmente iraniano e foi projetado e produzido para atender às necessidades internas", afirmou Esmaili, segundo a Agência de Notícias dos Estudantes Iranianos (ISNA).

Ele disse que o segundo sistema de mísseis chamado 'Qader' é altamente móvel e poderia ser implantado em menos de 30 minutos, enquanto um novo sistema de artilharia chamado 'Safat' poderia escapar de ser detectado pela vigilância inimiga.

Especialistas ocidentais dizem que o Irã muitas vezes exagera nas suas capacidades de armas, embora existam preocupações sobre os seus mísseis de maior alcance.

Com Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.