Obama deve ser primeiro presidente americano a visitar Mianmar

Casa Branca confirma viagem no dia 19 de novembro, após passagem pelo Camboja

iG São Paulo |

O presidente dos EUA, Barack Obama , planeja visitar Mianmar em 19 de novembro e se encontrar com o presidente do país, o general Thein Sein. Na pauta também estará uma reunião com a ganhadora do Prêmio Nobel da Paz e líder da oposição birmanesa, Aung San Suu Kyi. A Casa Branca confirmou na noite desta quinta-feira a viagem.

Leia também:  Obama anuncia 'novo capítulo' nas relações dos EUA com Mianmar

Essa será a primeira vez que um presidente dos Estados Unidos em serviço visita Minmar. Em outubro, após a realização da Assembleia Geral das Nações Unidas, o governo de Obama também havia afirmado que retiraria parte das sanções econômicas impostas ao país asiático.

AP
O presidente dos EUA, Barack Obama, comemora vitória em Chicago (07/11)

A visita de Obama seria um apoio ainda mais forte por parte da comunidade internacional à transformação de Mianmar sob o governo de Thein Sein, que tomou posse em março de 2011 após meio século de regime militar.

"Até onde eu entendo, o presidente Obama está chegando a Mianmar em 19 de novembro e vai encontrar-se tanto com o presidente Thein Sein quanto com Aung San Suu Kyi ", disse uma autoridade do governo à Reuters, sob condição de não ser identificada porque não está autorizada a falar com a imprensa.

Os Estados Unidos suspenderam as sanções sobre Mianmar este ano em reconhecimento às mudanças políticas e econômicas em curso, e muitas empresas dos EUA estão analisando iniciar operações no país, localizado entre a China e a Índia, com recursos abundantes e mão de obra de baixo custo.

Saiba mais: Hillary Clinton derruba mais sanções econômicas contra Myanmar

Em novembro de 2011, Hillary Clinton tornou-se a primeira secretária de Estado dos EUA a visitar o país em mais de 50 anos.

Obama tem procurado consolidar os laços e reforçar a influência dos EUA na Ásia, no que autoridades descrevem como uma política de "mudança de eixo" para a região, reduzindo a importâncias das guerras no Iraque e no Afeganistão.

Obama reuniu-se com Suu Kyi durante uma visita da líder aos Estados Unidos em setembro. O presidente Thein Sein também esteve em NY em setembro para a Assembleia Geral da ONU, mas os dois não se encontram.

O presidente dos EUA vai ao Sudeste Asiático participar de reuniões no Camboja centradas em torno de uma cúpula anual da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), integrada por 10 países, que normalmente é estendida para líderes de países parceiros.

Com NYT e Reuters

    Leia tudo sobre: obamaminmarthein steinsuu kyichinacamboja

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG