Republicano que chamou gravidez pós-estupro de vontade de Deus perde eleição

Autor de polêmico comentário, Richard Mourdock é derrotado na disputa pelo Senado em Indiana; Todd Akin, que falou em 'estupro legítimo', também perdeu

iG São Paulo | - Atualizada às

O republicano Richard Mourdock perdeu a disputa pelo Senado no Estado americano de Indiana,   informaram autoridades eleitorais nesta quarta-feira. Mourdock provocou polêmica durante a eleição ao dizer que uma gravidez resultante de um estupro acontece porque essa " é a vontade de Deus ".

Todd Akin, candidato republicano ao Senado em Missouri, também perdeu a eleição. Em agosto, ele afirmou que os corpos das mulheres são naturalmente capazes de evitar gravidez caso elas sejam vítimas de um "legítimo estupro". 

Saiba mais: Acompanhe a cobertura completa das eleições nos EUA

Leia também:  Candidato republicano diz que gravidez pós-estupro é 'vontade de Deus'

AP
O candidato republicano ao Senado por Indiana, Richard Mourdock, concede entrevista em Indianapolis

Mourdock fez o comentário em outubro, durante um debate no qual foi questionado sobre se o aborto deve ser permitido por lei em caso de estupro. Ele se disse contra: "Pensei sobre isso por muito tempo e cheguei à conclusão de que (a gravidez) é um presente de Deus. E, acho, mesmo quando a vida começa com uma situação terrível de Deus, é algo que Deus queria que acontecesse", afirmou.

Depois, em entrevista, Mourdock afirmou que seu comentário foi distorcido. Segundo o republicano, ele não acredita que Deus quer que estupros aconteçam, mas é o único que pode criar vida.

"Se você está tentando sugerir que Deus de alguma forma ordenou o aborto, não, não acho isso", afirmou. "Qualquer pessoa que sugira isso é doente e perturbada. Não, não é nem perto do que disse." Ele reafirmou acreditar que toda vida é preciosa e ser contra qualquer tipo de violência. "Se dei alguma outra impressão, lamento. Peço desculpas se isso aconteceu", afirmou.

Mas isso não foi suficiente para os eleitores e Mourdock foi derrotado nas urnas pelo democrata Joe Donnelly. Foi uma perda considerável para o partido, já que o atual senador do Estado é um republicano, Richard Lugar.

Com AP e Reuters

    Leia tudo sobre: eleição nos euaeuarichard mourdockestuproabortorepublicanos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG