Líderes mundiais parabenizam Obama pela vitória na eleição

François Hollande saudou escolha dos americanos por país 'aberto e solidário', enquanto Angela Merkel elogiou cooperação entre EUA e Alemanha para tentar superar a crise

iG São Paulo | - Atualizada às

Vários líderes mundiais, como o presidente francês, François Hollande; a chanceler alemã, Angela Merkel; e o presidente chinês, Hu Jintao, parabenizaram Barack Obama pela reeleição na terça-feira (6) . Hollandre saudou a "eleição clara" dos americanos por um país "aberto e solidário, plenamente comprometido no cenário internacional".

A chanceler alemã Angela Merkel também celebrou a reeleição do democrata e elogiou a coorperação entre EUA e Alemanha para tentar superar a crise econômica global. Na China, Hu Jintao e o primeiro-ministro Web Jiabao enviaram uma mensagem de felicitações ao presidente americano, assim como o vice-presidente Xi Jinping, que deve assumir a liderança do Partido Comunista e a presidência chinesa nos próximos dias.

Veja o especial do iG sobre a eleição nos EUA

Saiba mais: Reeleito presidente dos EUA, Obama diz que 'o melhor está por vir'

AP
Reeleito, presidente Barack Obama faz uma pausa durante seu discurso em Chicago, Illinois


Direto dos EUA:  Obama teve forte apoio de minorias e mulheres para reeleição

No Oriente Médio, o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, também comentaram a vitória do atual presidente dos EUA. Netanyahu, cujo país é um dos principais aliados dos EUA, afirmou que a aliana israelo-americana está mais forte do que nunca, enquanto Abbas pediu que Obama mantenha os esforços a favor do processo de paz.

Abbas pediu que Obama interfira nas ações das autoridades israelenses, que incentivam a construção de casas para colonos judeus em Jerusalém-Leste e na Cisjordânia.

Mapa da eleição: Veja como votou cada Estado na eleição dos EUA

Recorde:  Tweet de Obama é o mais compartilhado da história

O premiê britânico, David Cameron, além de publicar no Twitter sua mensagem de congratulação, também afirmou que uma dos primeiros assuntos que tratará com Obama será a situação da Síria. O país árabe enfrenta uma onda massiva de violência e está em estado de guerra civil, que provocou mais de 20 mil mortos em vinte meses de revolta.

"Apesar de tudo, parabéns para Barack. Eu gostei de ter trabalhado com ele, e acho que ele é um presidente americano de sucesso. Eu espero continuar trabalhando com ele no futuro", disse Cameron.

Derrota:  Romney deseja sorte a Obama em 'momento de grande desafio' para os EUA

O líder espiritual budista do Tibete, dalai lama, relembrou a primeira vitória de Obama há quatro anos. "Quando você foi eleito em 2008, você inspirou o mundo com a mensagem de que devemos ter responsabilidade sobre os problemas enfrentados, como cidadãos globais. Desde então, você tem feito sérios esforços para responder à grande esperança e confiança depositadas em você pelo povo americano. Eu acredito que sua reeleição seja um reconhecimento deste esforço."

Zindzi Mandela, filha do ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, também parabenizou Obama e citou o simbolismo que o líder democrata carrega, por ser o primeiro presidente negro reeleito dos EUA. "Como mãe e avó, eu acho que o simbolismo de um homem negro ocupar o cargo mais importante do mundo é algo que faz meus filhos saberem que é possível."

Vídeo: Assista a trecho do discurso de Barack Obama após vitória

Barack Obama venceu o candidato republicano Mitt Romney na noite de terça-feira (madrugada de quarta-feira no Brasil, após conquistar os 270 delegados necessários para vencer o Colégio Eleitoral.

Os dois candidatos travaram uma batalha acirrada por nove swing states (Estados pêndulo), que eram cruciais pelo fato de as pesquisas de intenção de voto indicarem que não tinham um resultado definido. Indireta, a eleição americana não é decidida pela votação popular nacional, mas por disputas Estado a Estado e seus respectivos votos no Colégio Eleitoral .

Com AFP e AP

    Leia tudo sobre: eleição nos euaeuaobamaromneymerkelhollandejintaoabbasnetanyahu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG