EUA elegem primeira senadora abertamente homossexual

Democrata Tammy Baldwin vence republicano Tommy Thompson em eleição histórica no Estado de Wisconsin

iG São Paulo |

A primeira senadora abertamente homossexual da história dos Estados Unidos foi eleita nesta terça-feira: é a democrata Tammy Baldwin, que venceu o republicano Tommy Thompson em Wisconsin.

"Não se enganem, tenho orgulho de ser uma progressista em Winsconsin", disse a democrata, cuja homossexualidade não foi um tema dominante na acirrada eleição neste Estado do norte do país.

Leia também: Eleitores de Maine e Maryland aprovam casamento gay

Direto dos EUA:  Reeleito presidente, Obama diz que 'o melhor está por vir'

AP
Democrata Tammy Baldwin, de Wisconsin, comemora vitória na disputa por uma vaga no Senado

Tammy, 50 anos, havia ocupado anteriormente uma cadeira na Câmara de Representantes, onde também foi a primeira integrante abertamente homossexual. Depois da vitória nesta terça-feira, a congressista, muito comprometia com a situação no Oriente Médio, chega ao Senado.

Saiba mais: Acompanhe todas as notícias sobre a eleição nos EUA

A eleição da senadora foi uma das boas notícias para os defensores dos direitos homossexuais nos EUA durante esta eleição. Além disso, Maryland e Maine tornaram-se os primeiros Estados da história do país a permitir o casamento homossexual através do voto popular.

Maryland e Maine juntam-se a outros seis Estados onde é permitido a união homoafetiva, como Nova York e Califórnia. Nessas localidades, porém, o direito foi adquirido após decisão obtida em tribunais.

Os eleitores de Washington também votaram sobre o casamento gay, mas os resultados ainda eram inconclusivos.

Em Minnesota, onde a união de casais do mesmo sexo é proibida por lei, legisladores propuseram um referendo popular que restringia o casamento apenas entre homens e mulheres, numa tentativa de mostrar que a lei era bem aceita pela população. O resultado ainda não foi divulgado.

Com AFP e Reuters

    Leia tudo sobre: eleição nos euaEUAgaysdireitos homossexuaistammy baldwin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG