Após desligar reatores nucleares, Coreia do Sul teme apagão

Usinas são fechadas após descoberta de que cinco mil peças receberam certificados de qualidade falsos

iG São Paulo |

A Coreia do Sul teme sofrer uma falta de energia elétrica "sem precedentes" durante o inverno após o desligamento, nesta segunda-feira, de dois reatores nucleares que tinham peças potencialmente defeituosas, advertiu o governo.

Saiba mais: Entenda como funciona uma usina nuclear

Os reatores da central de Yeonggwang, no sudoeste do país, foram desativados depois da descoberta de que componentes anexos não haviam recebido certificação oficial.

A central pode permanecer fechada até o início do próximo ano, advertiu o ministro da Economia, Hong Suk-Woo.

Leia também: Primeira-dama da Coreia do Norte pode estar grávida

"Precisamos de controles de segurança exaustivos nos dois reatores, onde existem abundantes componentes não certificados. É inevitável que tenhamos escassez de eletricidade sem precedentes durante o inverno", advertiu.

De acordo com o governo, cerca de cinco mil peças receberam certificados de qualidade falsos, incluindo ventiladores para evitar aquecimento e interruptores.

Com AFP

    Leia tudo sobre: energiacoreia do sulapagãousina nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG