Brasileiro está entre as vítimas da tempestade Sandy, diz Itamaraty

Tiago Ferreira Neto, de 54 anos, foi morto após bater o carro em uma árvore caída em NY

iG São Paulo |

O Itamaraty confirmou nesta sexta-feira que o brasileiro Tiago Ferreira Neto, de 54 anos, foi morto pela passagem da tempestade Sandy pelos Estados Unidos. A vítima estava dirigindo seu carro quando atingiu uma árvore caída devido à força do vento, no subúrbio de Greenburgh, ao norte de Manhattan, em Nova York. Um jornal local informa a data de óbito como sendo segunda-feira, dia 29 de outubro.

Leia mais: Falta de gasolina e energia atrasam recuperação após Sandy

Segundo informações iniciais, o Itamaraty ainda não recebeu da família de Tiago Neto pedido sobre envio de documentos ou sobre o traslado do corpo. O órgão brasileiro, porém, afirmou que prestará todo o apoio aos parentes e que está em contato com líderes comunitários na região de Yonkers, próximo de onde ocorreu o acidente. O brasileiro movara nos Estados Unidos com parte de sua família.

Veja também: Nova York antes e depois da passagem da tempestade Sandy

Até o momento, os Estados Unidos confirmaram mais de 90 mortes após a passagem da tempestade. As áreas mais atingidas foram os estados banhados pelo Oceano Atlântico, na costa leste americana, como Nova Jersey, Nova York e Connecticut. Tiago Ferreira Neto é o único brasileiro.

O governo do Brasil também anunciou a doação de aproximadamente R$ 400 mil para ajudar as vítimas de Sandy em países pobres do Caribe, como Cuba e Haiti. Além disso, também está previsto o envio de 25 mil toneladas de arroz. Somente nesta região foram registradas 71 mortos.

Recuperação

A falta de combustíveis e os problemas para retomar o fornecimento de energia elétrica estão prejudicando a operação de recuperação na região nordeste dos Estados Unidos, mais atingida pela passagem da tempestade Sandy . Nesta sexta-feira os problemas com o sistema de transporte e falta de gasolina continuam e longas filas se formaram em muitos postos.

O dono de um posto de gasolina em Nova Jersey afirmou ao jornal The New York Times que está trabalhando há 36 horas e teve que chamar a polícia e desligar as bombas no momento em que os clientes começaram a brigar na fila. Mais da metade dos postos de Nova York e Nova Jersey estão fechados e os preços do combustível aumentaram.

Entidades americanas calcularam os prejuízos causados pela tempestade em torno de US$ 50 bilhões (cerca de R$ 103 bilhões).

Com Agência Estado e Agência Brasil

Galeria: Veja as imagens da passagem da tempestade Sandy pelos EUA

    Leia tudo sobre: tempestade sandysandybrasileiro mortonova yorkeuaitamaraty

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG